Testei e não gostei. Como ter certeza se sou bissexual?

Publicado: 20 de agosto de 2013 em Bissexualidade feminina, Bissexualidade masculina

Beijo lésbicoPara algumas pessoas a fantasia costuma ser melhor que a realidade. Mulheres dizem fantasiar experiências homossexuais, mas quando algo acontece, algumas afirmam não ter gostado da experiência.

Muitas delas tentam mais de uma vez uma relação com uma mulher e “desistem”, dizendo que “essa não é a praia delas”. Isso aconteceu com a esposa de um leitor. Ele conta que é muito liberal e já deixou sua esposa se relacionar sexualmente com uma mulher na frente dele. Ficou apenas assistindo. Em outros momentos, ele chegou a participar. E, segundo ele, a mulher não se satisfez por completo em nenhuma das ocasiões.

Então, ele me perguntou: “Será que ela é bissexual? Testou três vezes e não gostou. Mas se ela não tivesse gostado mesmo, não teria desistido da primeira vez?”.

A pergunta dele faz muito sentido, mas como sempre digo, não há uma resposta exata. O que existe é uma série de possibilidades e vou citar algumas delas dadas como resposta ao leitor:

– Uma relação sexual com duas mulheres na presença de um homem é bem diferente. Difícil saber como ela se sentiria apenas com uma mulher

– Aparentemente, ela só sente prazer pleno com você mesmo, o que é ótimo (o leitor conta que ela só consegue se satisfazer totalmente com ele, mas não impediria se ela quisesse sair uma noite apenas com uma mulher. Porém, ele diz que ela não quer)

– Pode realmente não ser a praia dela ou de repente não rolou química com nenhuma mulher ainda

– Ela pode estar reprimindo esse desejo por medo de realmente gostar

Eu poderia citar mais um zilhão de possibilidades e ainda assim correria o risco de errar. A verdade às vezes é tão difícil de ser encontrada que às vezes nem a gente mesmo a conhece. Por muito tempo, eu achei que casaria com um homem e acreditei (de verdade) que o desejo por mulheres era apenas uma curiosidade. Eu achava que nunca haveria a possibilidade de eu me apaixonar por uma mulher. Não foi o que aconteceu.

Cheguei a “testar” algumas mulheres antes de encontrar minha namorada, com quem estou há quase três anos, mas em todas as situações havia sido mais um envolvimento físico e não emocional. Se eu tivesse parado antes de me relacionar com minha namorada, talvez eu ainda estivesse achando que nunca poderia amar uma mulher. Nada melhor do que as pessoas e situações para nos mostrar quem realmente somos. Ou o que poderíamos ser, caso sua decisão seja não ir adiante.

———————————————————————-

Como aconteceu com vocês? Se apaixonaram antes de se relacionar? Só se interessaram depois de experimentar? Ou ainda têm dúvidas? Compartilhem suas histórias.

Anúncios
comentários
  1. Kaylaine disse:

    … dificil dizer mesmo, chegar a um resposta, fui casada com um homem por 3anos, até ele vir a falecer,, hj ja faz quase 1ano … sempre tive curiosidade em saber como era ficar com uma mulher, tenho uma amiga, e acabamos nos beijando, sempre quando podemos estar sozihas sempre trocamos abraços, carinhos e beijos quentes…. desde que passei a olhar ela com outros olhos, venho acompanhando diariamente o blog SOU BI… e tem me ajudado muito a entender tudo isso que estou passando,.. uma nova faze,mas que estou amando… Obrigada mais uma vez … bjins.

  2. Marisa disse:

    Testar, seria a palavra certa?
    Esperimentar algo, pra saber qual a reação, é válido em qualquer campo da atividade humana, desde que isso não cause danos a si ou a terceiros, pois é óbvio que não podemos sair ferindo ou matando pessoas para saber se é bom ou não fazer isso. Não é por ai !
    Creio que para se descobrir bissexual, ou até mesmo homossexual, é um processo que envolve tempo e reaçoes emocionais, fisicas e até psicológicas, pois não compreendo alguem que derrepente desperta em uma bela manhã e decide que vai ter relaçoes com outro alguem do mesmo sexo, para descobrir-se bi, ou homossexual.
    Atração fisica e envolvimento sentimental são coisas que vão aflorando com o tempo, dando sinais muitas vezes sutis e muitas vezes até passam desapercebidos, por quem não se acostuma com a idéia de que é possivel ter “tesão”, por alguem do mesmo sexo.
    No caso descrito acima, no meu modo de entender, o que houve foi a simples realização de uma fantasia sexual, que após realizada, chegou-se a conclusão de que não foi satisfatório para quem a idealizou, pois muitas vezes fantasias são muito melhores quando ficam sómente no plano da “fantasia”, se é que me compreendem e nem sempre devem ser realizadas, evitando assim questionamentos ” a posteriori”. É a chamada ressaca moral.
    Para mim está claro e nitido que foi sómente e nada mais que uma fantasia e que decididamente a pessoa envolvida não tem qualquer tendencia bissexual e que seria absurdo ficar criando situaçoes outras para envolve-la em outros encontros com mulheres.
    Resumo tudo em uma frase: Há coisas que se gosta; e há coisas que não se gosta!

  3. Marisa disse:

    Em complemento ao que escrevi acima, que deixar bem claro que acredito sim que em um momento futuro a mulher descrita no post, possa envolver-se de alguma forma com outra mulher, mas no momento o que me transpareceu (me perdoem se faço juizo errado!), é que o marido está muito mais interessado que a mulher seja bissexual de qualquer forma, do que ela própria, seja por fantasia dele ou até por conveniencias duvidosas de ter uma parceira que sempre o “presenteie”, com novidades na cama. Cuidado, viu amigo, pois o feitiço pode virar contra o feiticeiro e ela largar voce por um novo amor, pois da bissexualidade ela pode passar a homossexualidade e ai voce será uma carta muitooooooo fora do baralho dela.

    • ninfadora disse:

      Seu artigo é muito interessante.
      Sou uma pessoa que tem a certeza de ser bissexual.
      Já tive uma pequena experiência com outra mulher, apenas não chegamos aos finalmente.
      Nos beijamos algumas vezes e foi muito gostoso…
      Mas o que eu tive com ela, gostei muito, só que na época faltou outra oportunidade!
      Hoje sou casada com um homem, mas ele sabe que sou bissexual.
      Ainda tenho desejo por outras mulheres,só não me revelo por receio da reação das pessoas.

      • Marisa disse:

        Esse post parece que mexeu bastante com a cabeça das pessoas e no caso da NINFADORA, mais ainda, porque é muito estranho alguem casada em relação heterossexual, considerar-se bissexual, sem nunca ter tido relaçoes sexuais com alguem do mesmo sexo. Acho que ela está confundindo admiração, atração e talvez alguma coisa a mais com sexo, pois para mim determinante no termo bissexualidade, é a realização inclusive sexual com pessoas independente do sexo. Antes de “ter ido para a cama”, é prematuro declara-se assim. Experimente antes, se voce achar que deve e depois nos diga a respeito.

    • Dany disse:

      “mas no momento o que me transpareceu (me perdoem se faço juizo errado!), é que o marido está muito mais interessado que a mulher seja bissexual de qualquer forma, do que ela própria, seja por fantasia dele ou até por conveniencias duvidosas de ter uma parceira que sempre o “presenteie”, com novidades na cama.”

      Bem, nessa colocação pra mim está bem explicado o pq de ela não ter gostado, parece q fez mais pra agradar o marido do que a si mesma. Ainda se fosse uma mulher especifica q ELA tivesse gostado ou sentido atração, mas não, e o sonho pode ter sido provocado por ideias que o marido possa ter colocado na cabeça dela, em função de desejos proprios DELE, e não por vontade DELA.!! Se fosse o contrario, provavelmente ela teria gostado, sim, mesmo q ela duvidasse que fosse uma condição dela de uma possivel bissexualidade. Contudo, tambem não descarto a possibilidade de ela no futuro querer se envolver definitivamente com outra mulher, MAS tem q partir DELA e rolar naturalmente.

    • Dany disse:

      Só completando, é a mesma coisa as pessoas dizerem a uma lésbica: “ah, mas vc nunca se relacionou sexualmente com um homem pra saber se não gosta mesmo…” ela vai lá, faz e não gosta, só pra mostrar as pessoas q não gostava e pronto. Ela até poderia gostar, m as as vezes naquele momento não era o que ela tava afim, foi mais por influência alheia.

  4. Carol disse:

    Para mim, gostar de uma outra mulher era algo extremamente repugnante. Ñ conseguia nem me imaginar beijando uma. Mas tudo mudou qnd conheci uma certa garota. Me apaixonei sem nem ao menos ter dado um único beijo. Obviamente q ñ me envolvi c/ nenhuma sexualmente/sentimentalmente. Se um dia acontecer de eu experimentar, penso hj que se for c/ qlqr uma, eu certamente ñ gostarei. Necessitaria ser c/ quem eu esteja envolvida emocionalmente para me satisfazer e me sentir a vontade.

    • Dany disse:

      Carol, então quer dizer que a única de quem vc gostou é aquela que não deu certo? Poxa vida….e como no momento vc está com um homem, e devido essa relação e vc só ter tido sentimentos por uma (que não foi possivel concretizar) dificilmente vai cogitar uma relação ou a possibilidade de ” experimentar” outra mulher, acertei?

  5. Carol disse:

    Continuando.. Mas eu precisaria realmente experimentar para ter a certeza se curtiria ou ñ. Apesar de eu ainda assim, achar o sexo com uma outra mulher meio que estranho, confesso rsrs É difícil se acostumar com algo q durante toda a tua vida julgava errado e “nojento”, como sempre ouvi dizerem.. Mas, c/ tudo o q eu vi aqui, caramba, parece ser uma experiência maravilhosa!! Pra lá de boa rs E me instiga até. Mas hj só sei de uma coisa. Ñ me envolveria c/ qlqr uma ñ. Gosto de fazer amor k

  6. Dri disse:

    Eu acho que na verdade o marido é que tem esta fantasia! Agora concordo com a Marisa, isso é um jogo perigoso… Essa questão de se descobrir bi pra mim nunca rolou pq eu sempre soube que gostava de meninos e meninas, não teve um “momento de descoberta”. Desde de criança eu já sabia e durante toda a minha vida tive namorados e namoradas, me apaixonei por homens e mulheres…isso pra mim sempre foi muito natural!

  7. Marido disse:

    Ola. Eu sou o marido! Ao contrario do que diz alguns comentarios, minha fantasia nao é que ela seja bi. A minha fantasia ja realizei e estou muito satisfeito. Somos casados e muito bem casados, temos inclusive muitos filhos. A minha preocupaçao é que ela pudesse nao estar plenamente satisfeita no ambito sexual. A ideia partiu dela. Por isso a minha duvida apos a 3a tentativa. Acho pequeno diminuir a minha duvida ao fato de que “todo” homem fantasia com uma transa a 3. Muitas pessoas nao estao acostumadas com maridos que se preocupem com a satisfaçao da mulher. Da mesma forma, se ela tivesse sugerido ir para cama com outro homem, teria aceitado da mesma forma. Algumas frustraçoes pessoais de algumas pessoas nao podem ser consideradas a realidade de “todos” os outros casais, nao é mesmo? O “feitiço” poderia virar contra o feiticeiro se nossa relaçao nao tivesse como base o amor. E se nao tivesse amor, ela nem precisaria me falar de suas fantasias, e procuraria outra/outro sem eu ficar sabendo, que é o que acontece na maioria das vezes.

  8. Marisa disse:

    Reitero e não retiro nada do que comentei. Cada um tem o direito de opinar e pela colocação do marido, agora tenho quase certeza que é mais vontade dele, do que dela.

    • Dany disse:

      É, pq ele precisou vir até aqui se justificar?

      • blogsoubi disse:

        Meninas, não acho que o marido esteja querendo satisfazer as vontades dele, nesse caso. Ele e a esposa realizam fantasias de diversas formas e não apenas com mulheres. Pela história me parece que o casal é muito bem resolvido. Abs, pessoal!

      • marisa disse:

        To contigo!
        Bem resolvidos eles parecem ser, mas o que me intriga é o excesso de preocupação dele em querer saber se a mulher é bissexual, ou não. Muito estranho,pois isso é uma questão para ela resolver, e por mais que sejam companheiros/amigos/amantes/parceiros, quem deve definir isso, inclusive em relação as escolhas de terceiros, é ela. Ainda acho que ele está dando uma “forçadinha” nas escolhas dela, por algum motivo que fica no ar.

  9. Carol disse:

    Dany, me desculpa estar respondendo no lugar inadequado, mas eu ñ estou conseguindo responder onde deveria de fato kkk Bom, sim, é vdd Dany rsrs é ela. E respondendo a tua pergunta. Bem, provavelmente ñ, até pq ñ há nenhuma interessada. Ñ que eu saiba. Mas depois q eu me encontrei nesse dilema, desde então nunca digo nunca rsrs. Só q se fosse para afirmar neste momento, então ñ. Mas deixo o meu coração em paz. Ñ sei do amanhã.
    Minha história dá pano pra manga, viu! Eu to exausta.

  10. Erica disse:

    Se a ideia partiu dela é bem provável que seja bi hein. Mas olha, o melhor seria ele deixar a mulher viver isso sem ele. Eu não estaria nada a vontade pra ir pra cama com qualquer mulher com o meu marido presente. Melhor deixar que ela mesma resolva isso. Mas se prepara porque pode ser um tiro no pé. Beijos

  11. Marido disse:

    Erica, eu fiz esta proposta a ela. Disse que deveria experimentar sem a minha presença. Podia ser umas ferias, ou algo parecido. Mas ela nao aceitou. Se ela um dia entender ser bi, e desejar viver isso, serei o primeiro a me afastar. O amor nao é posse! O amor é ver a felicidade de quem amamos. Portanto nao seria um tiro no pé.

    Alias, para ilustrar um pouco do que somos, este é o meu segundo casamento. Duda ja foi casada duas vezes. Sou o seu 3o marido. Com frequencia ela vai ao Brasil e se hospeda na residencia da minha ex-mulher. Somos uma grande familia justamente por respeitar a vida sentimental de cada um de nos. Ao todo temos 6 filhos que se relacionam perfeitamente como irmaos.

    Para as demais criticas (bem pequenas por sinal), eu nao vim me justificar, até porque nao devo justificativas a ninguem. Vim dar mais informaçoes para que as pessoas pudessem me ajudar a esclarecer uma duvida. Se eu estivesse interessado em uma transa a 3 – e ja tivemos varias – a minha pergunta seria “Como convencer minha mulher a uma transa a 3”. Infelizmente, vejo que apos 10 anos ter deixado o Brasil, a mentalidade de alguns parece ter permanecido a mesma.

    Novamente agradeço a Amandinha! Parabens pelo espaço e continue assim, pois ha muitos que possuem duvidas e este pode ser um ambiente interessante de troca de informaçoes sobre o tema. Os blogs sao muito uteis para estes debates.

    • Marisa disse:

      Lamento que voce tenha generalizado com toda uma população de um pais (…..a mentalidade de alguns, parece a mesma!)…..pois sua colocação deveria ser mais explicita.
      Parabens que voce mora fora do Brasil…..seja feliz e te digo como mero exemplo……nem sei que pais voce mora….sabe porque gosto dos norte-americanos?..Respondo….Porque eles estão bem longe, graças a Deus!
      Nada me faz mudar a idéia, aceite voce ou não, afinal é a sua vida, pois tenho a minha muito boa, que voce sim está interessado que sua mulher seja bissexual, seja por qual motivo seja, e seria bem honesto que voce assumisse isso, pois não há crime ou pecado nisso.
      Seja feliz….repito…..mas não use uma “suposta superioridade”, duvidosa de morar em um pais para colocar coisas tão preconceituosas como essa que voce escreveu! Modos de pensar, agir, refletir, raciocinar e se manifestar dizem respeito a pessoas unicas e indivisiveis e não a um povo.

      • Marido disse:

        Entendi! Vc pode me julgar sem me conhecer e eu nao posso julga-la. Grande estrategia. Tambem nao mudo a minha opinião pois vc só confirma o que eu penso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s