Você é heterossexual só por que a sociedade prefere assim?

Publicado: 30 de abril de 2013 em Bissexualidade feminina, Bissexualidade masculina, Mundo LGBT
Tags:, , , , , , , , , , , , ,

GaysPense sem nenhuma barreira, sem se questionar se é certo ou não, sem racionalizar nada: você já sentiu atração por pessoas do mesmo sexo?

Se você ainda estiver na dúvida sobre essa resposta, provavelmente é porque ainda tem “travas sociais” atrapalhando a sua aceitação. É difícil assumir para si mesmo que já gostou ou sentiu atração por alguém do mesmo sexo. É “mais fácil” ser heterossexual e estar “dentro dos padrões sociais”, não é?

Alguns estudiosos têm algumas teorias interessantes para explicar o porquê de sua dúvida. A sociedade exerce forte influência para que os indivíduos se definam como heterossexuais, afirmou Richard Miskolci, professor do departamento de Sociologia da UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos), em entrevista ao UOL.

Segundo o sociólogo, “todos têm essa possibilidade de se relacionar com o mesmo sexo, mas, no processo de socialização, as pessoas podem perdê-la. Desde crianças somos adestrados. Heterossexualidade não é algo natural, hoje sabemos que ela é compulsória”.

Desde pequenos, os filmes, desenhos e os nossos próprios pais nos mostram que um relacionamento precisa ser entre homem e mulher. E se a criança pensa diferente, logo precisa tentar esconder isso e se adaptar ao padrão social. Não pode ter beijo gay na novela, não podem ensinar sobre esse tipo de diversidade na escola e os desenhos precisam mostrar dois personagens essenciais: o príncipe encantado e a princesa que será salva por ele. Dessa forma, homens crescem acreditando que precisam ser esses super-heróis, enquanto as mulheres precisam sonhar com um homem maravilhoso com quem deverá se casar e ter filhos.

Obviamente, quando as pessoas se descobrem homo ou bissexuais ficam totalmente “decepcionadas”. Eu não vou ser aquela menina que vai casar de branco na Igreja e constituir uma família? O que os meus pais vão pensar, o que os meus amigos vão pensar? E quais fotos eu vou colocar no Facebook?

Mas e se desde pequenos soubéssemos que tudo isso é absolutamente natural, que podemos nos envolver com ambos os sexos, casar, ter filhos e falar normalmente com qualquer pessoa sobre o assunto?

Será que você ainda seria heterossexual?

Nota. Não estou dizendo que essa situação acontece com todos os heterossexuais, apenas com aqueles que estão na dúvida ou, no fundo, sabem que sentem atração pelo mesmo sexo

Anúncios
comentários
  1. mayara disse:

    Este post tem muito á ver com miha situação eu manti um namoro heterossexual por alguns meses mesmo depois de querer muito estar com uma mulher simplismente pelo fato de que namorar com um homemm seria muito mais fácil…
    Passada essa fase,terminei o namoro e estou namorando uma mulher e bem feliz…porém o pensamento de que não terei uma familia,casamento e vida convencionais como todas as minhas outras amigas fico muito decepcionada com minha própria “escolha” de talvez não ter uma vida dentro dos padrões….

  2. Viviane disse:

    Demorei p me fazer essa pergunta e responder sinceramente, e então, descobrir q sou bi! O engraçado é que depois eu senti que sempre foi tão óbvio! Eu realmente não me conhecia antes ou estava cega msm. Mas, ainda estou na fase de “sair do armário”. =P

  3. Luciana disse:

    Puxa! Vc postou bem rápido, mas gostei sim do post, na minha opinião foi até mais ousado que a reportagem realmente seria td diferente se a forma de educar fosse mais aberta. Devemos msm criar os filhos cm se fossem heterossexuais? Mostrar q qualquer um pode ser feliz do seu jeito seria bem mais fácil. E vc descreveu bem cm os homossexuais ou bi se sentem, nos sentimos cm se estivéssemos fazendo td errado. Até os homossexuais pensam assim, muitos devem ser bi mas não comentam, pra mim eles podem sim sentir-se envolvidos por alguém do sexo oposto, por quê não? É o q eu acho.

  4. Mariana disse:

    Adoro meninos,porém ultimamente to sentindo muita atração pelas garotas,mas aí que está o problema! rsrs
    Nunca fiquei com alguma sequer,mas queria. Só que no meu caso,como sou inexperiente,não tenho o “gaydar” pra perceber se uma pessoa é ou não é, e assim puxar assunto… Como faço pra me aproximar ?? Me ajudem, Beijos!!

    • Lisa disse:

      Oi Mariana!
      Tou na mesma situação… O meu gaydar não anda nada apurado. Sou apaixonada por uma grande amiga q nunca vou poder ter, então tento flirts com garotas q reparo q olham para mim. Elas entram no jogo dos olhares mas não passa disso. Juro, fico sem perceber se olham para mim com interesse ou se sou eu q ando tão mal vestida assim q atraio olhares alheios -.-

      • Rah! disse:

        Meu Deus, somos três com o mesmo problema então kkkkkk
        Mariana: acredito que ter ctz é realmente difícil, mas os olhares geralmente entregam… O problema é quando parece que a menina corresponde seus olhares num dia e te ignora completamente no outro –‘
        Kkkkkk difícil…
        Lisa: sempre penso que estou mal vestida tbm kkkkkkkkkkkkk

      • kelly disse:

        hahaahh mais uma com o mesmo problema…é mt dificil gente, com homens é tão mais fácil

      • Rah! disse:

        Mariana, acho que sou discreta por timidez e medo mesmo hahaha Quando olho pra uma garota não fico pensando muito será que é, ou não?
        Tenho 20, estou passando por isso desde o começo do ano mais ou menos… Apesar de ter me aceitado em julho do ano passado, ainda evitava muito olhar para mulheres, principalmente em lugares que tinham muita gente. Quando me abri com um amigo e ele me apoiou e me deu força e a coisa ficou mais “natural” para mim, fui perdendo o receio e deixando que aos poucos as garotas percebessem que eu realmente as olhava. Quando começou o ano letivo não consegui mais me conter, tinha tantas garotas bonitas que me sentia praticamente perdida, sem saber para onde olhar, sabe? hahahaha Foi ai que entendi a alegria dos meninos sempre que começavam as aulas kkkkkk
        E vc? Qual a sua idade? A quanto tempo passa por isso?

        Dany: realmente concordo com vc, as vezes nós mesmas complicamos as coisas, mas muitas vezes não é o simples fato de fazer joguinhos de esnobação, a timidez é realmente algo que atrapalha. E as vezes alguma das partes não está interessada e não responda os olhares. Ainda não é tão fácil chegar para uma pessoa do mesmo sexo e perguntar: E ai? Tá afim? Principalmente quando não se conhece direito a pessoa… Sem saber se tem preconceitos, e coisas do tipo… Ainda tenho a impressão de que certas regiões e estados são mais “conservadores” que outros.
        Mas acho que vc está certa em não fazer com os outros o que não gostaria que fizessem com você, até fiquei com a consciência um pouco pesada kkkkkkkk

    • Fran disse:

      kkkkkkk exatamente isso que ta acontecendo cmg

      • Viviane disse:

        Mais uma na msm situação ake! o/

      • Mariana disse:

        Oi Lisa,Rah e Kelly!
        Lisa,porque você não joga um verde a essa sua amiga e procura saber se ela curte? Só tentando pra perceber se ela é ou não impossível! (:
        Rah,realmente o olhar entrega,mas como você mesma disse,enquanto em um dia somos correspondidas,no outro,totalmente ignoradas. Hahaha,confuso isso,né?
        Bom,vocês citaram sobre “atrair olhares”, e talvez seja por estar mal vestidas. Que isso meninas?! Rsrs. Acredito que vocês são pessoas que gostam sempre de estar bem vestidas,como toda garota! Lembrando que o olhar é diferente de quando estamos sendo olhadas dos pés a cabeça,pelo fato da roupa e quando estamos sendo observadas de “outra forma” .
        Em relação ao olhar ,penso diferente: ou a garota está me encarando ou “admirando”, e talvez interessada…
        Pois é,Kelly…enquanto os homens são mais fáceis,ficamos intrigadas em realmente perceber o que se ocorre quando é uma garota. (haha)
        Obrigada pela simpatia de vocês,por compartilhar o que estão vivenciando. Se possível,respondam… talvez podemos nos ajudar!
        Abraços.

    • Rah! disse:

      Então somos 6 na mesma situação hahahaha o/
      Olá meninas, td bem?
      Pois é Mariana, essa coisa de ser ignorada deve ser a “atração inversa”, eu reclamo mas muitas vezes me pego fazendo isso… Por exemplo: você encara a(o) garota(o) para que ela(e) perceba que vc está interessada, e depois “finge” não notar a presença dela(e) pra ver se a pessoa corresponde ou não.
      Vc não fica pê da vida quando a(o) garota(o) te encara e logo depois te esnoba? Então, acho que é justamente esse o sentido da coisa, o de tentar “cutucar” a pessoa de alguma forma… É só uma ideia minha, talvez eu esteja completamente errada! É que estou nessa situação hsuahusahua Eu troquei olhares com uma garota (por ser muito tímida não conseguia encará-la da forma como queria) e nos outros dias ela me esnobou completamente, e como o resultado não poderia ser outro: fiquei completamente revoltada! kkkkkk Resolvi “fingir” que ela não existe (não obtive 100% de êxito, atividade muuuuuito difícil essa…). Apesar de não ter olhado mais nos olhos dela, sempre a “vigio” pela minha visão periférica. Paaaarece que estou conseguindo incomoda-la com isso, mas não tenho certeza =/
      Kelly: tbm acho que com os homens é mais fácil, porque eles não disfarçam quando estão interessado, já as meninas são mais discretas!
      E talvez esse seja o motivo de ficarmos tãããããããão intrigadas com as garotas, o “desafio” é maior…

      • Lisa disse:

        Bom gente, acho que está na hora de insistirmos mais nesse jogo de olhares com quem nos olha tanto. Se calhar Rah! tem razão! Mesmo que a garota deixe de olhar pra nós assim que percebeu que a gente corresponde aos olhares, vamos insistir sempre mais e olhar na descarada! Quando olhar de volta, sorrimos 🙂 que mal tem? Pior é ficarmos paradas a pensar no que raio a garota sente por nós ou não. Ela olhou primeiro, colocou em nós o bichinho do interesse, então agora vai levar com olhares nossos de volta e sorrisos 😀 bora tentar? Se não resultar também não perdemos nada 😉 (hoje acordei assim, super decidida hahaha. Amanhã já não devo me sentir assim lol)

      • Dany disse:

        Eu acho que as pessoas complicam demais as coisas, poderiam tornar uma paquera a cosia masi simples do mundo, ou está afim ou não está!! Fazer charme é compreensivel, mas ficar fazendo joguinoh de esnobação, as vezes chega a ser cansativo e ridiculo, depois as mulhere reclamam q são desprezadas e os homens reclamam que nenhuma m ulher quer nada sério. Custa ser aberto e jogar limpo? Tá adim, tô, vamos dar um rolê, n está, tchau, ou não etou afim de ti, mas podemos ser amigas (os). Pronto, n teria estresse, ng tem q dar ilusões falsas a ng e nem brincar com o sentimentos, pra que isso, sem motivo, fazendo com os outros o q n gostaria q fizessem com elas e eles e ainda se sentem no direito de se fazer de vitimas! Mas fazer o que, egoismo impera, né… as pessoas se esquecem q o mundo dá voltas, hoje a pessoa esnoba, amanhã ela é a esnobada.

      • Mariana disse:

        Olá,meninas !
        Rah,concordo com você. (risos)
        “por ser muito tímida não conseguia encará-la da forma como queria” . Bom,sou assim também haha…
        No momento não ando trocando olhares com exatamente UMA ÚNICA garota, isso acontece com várias,pois bem,aí ocorre aquela situação chata: olha,depois desvia,retorna o olhar…enfim. Nem eu mesma sei o que acontece nesse momento comigo! (confuso isso rsrs)
        Por que nós meninas sempre somos mais discretas? Será por dúvidas que a garota,cuja observamos é bi ou não? Timidez? Medo?
        Lisa,as vezes penso em tentar,mas na hora,desisto (risos).
        Acho que ficaremos com essas dúvidas um bom tempo,hein! Infelizmente…
        Qual a idade de vocês? Estão vivenciando essa situação desde quando?
        Abraços!

      • Rah! disse:

        Respondi no lugar errado –‘ hahaha
        Meu comentário ficou ali m cima 😉

  5. Lisa disse:

    Acho q a gente ainda tem muito que aprender sobre como conquistar garotas! x)
    É tão fácil saber se um garoto tá a fim, mas uma garota… É como ce diz, um dia corresponde e outro ignora. Continuo a achar q é da roupa hahaha

  6. Joana disse:

    Amanda adorei o teu post 🙂
    Ainda acredito que as coisas comecem a melhorar, que os media comecem a colocar mais personagens gay nas novelas, sem que haja censura, em mais filmes, nos desenhos infantis…
    Quanto a saber se uma mulher tem interesse, ta afim como voces dizem, realmente continuo achando dificil de saber mesmo. Mesmo tendo ja tido a minha primeira experiência com uma mulher acho que tive sorte na forma como soube que ela era lesbica ( por termos uma amiga em comum que ao me ouvir desabafar de outra pessoa me disse que ela era lesbica, coisa que eu nunca imaginaria, e falou que podia falar com ela, que ela me poderia ajudar por ter experiencia com mulheres.) e a nossa historia começou naturalmente porque qd começámos a conversar mais eu nao tinha interesse nela nem nada, so fiquei contente de conhecer alguem que tb gostava de mulheres que me poderia ajudar a perceber melhor o universo feminino, desabafavamos uma com a outra. As coisas aconteceram normalmente e eu apaixonei-me, ao contrário dela enfim kkkk.
    Espero ter mais sorte da proxima vez. Mas é isso acho mesmo dificil perceber se uma mulher tem interesse. Os homens vejo facilmente..agora uma mulher? É dificil.

    • Dany disse:

      Mais dificil é PRENDER alguem a gente, ou saber até onde a pessoa está interessada (se é um interesse pleno e duradouro ou apenas coisa de momento, superficial, efêmera e finita), e se o relacionamento já não começou com “prazo de valdiade” da parte da pessoa….

  7. Mariana disse:

    Rah, também sou discreta por medo e timidez,até porque tenho 15 anos,sou inexperiente (até demais,não consigo perceber se uma garota é ou não é) e isso ocorre comigo uns 3 meses,por aí … Na verdade,estou bem confusa em relação a isso. Diferente de você, mantenho isso em segredo,nunca contei a alguém,não tenho melhor amiga(o) e sou aquela do tipo que não possui confiança nas pessoas. Tenho uma colega lésbica,e uma amiga Bi, sempre digo a elas: ” Como vocês conseguem ficar com garotas? O que há de diferente?” , e elas sempre dizem: “mesma coisa que ficar com um garoto,ou seja,é ótimo!” … Enfim,estou cada vez mais curiosa pra entender tudo isso,é tão normal segundo o que elas me contam (risos) , claro,teria que me envolver com uma menina,só não sei se conseguiria,muito menos em como chegar até elas! Poderia compartilhar o que está acontecendo com minha amiga,embora não tenho coragem! Você conseguiu contar ao seu amigo e com certeza deve ter ficado super bem. Haha.
    Tenho vontade de ir a uma balada GLS,pra observar bem esse “mundo”,mas por enquanto não é possível pela minha idade e também não saberia como me comportar num local como estel! Kk. Você já foi?

    • Rah! disse:

      Realmente me tirou um peso enorme das costas ter contado isso a ele hahaha Eu já tinha contado a uma amiga bem próxima, que tem a cabeça mais aberta, mas ela não se sente a vontade para conversar sobre isso, então evito conversar com ela sobre o assunto kkkk
      O meu amigo até tira sarro fazendo comentários sobre meninas para que eu olhe certos “detalhes”, eu fico com vergonha as vezes mas é muito bom poder falar abertamente com alguém que não se importa com sua orientação sexual. Sinto como se eu fosse EU MESMA com ele, como se eu não precisasse usar máscaras nem fazer fingimentos. Nunca imaginei o quão importante isso era pra mim, até porque a gente se acostuma a ser quem os outros querem que a gente seja.
      Eu também era como você, achava que não poderia confiar em ninguém, mas as coisas mudam, eu acho que o primeiro passo é você se conhecer de verdade e se aceitar. Depois disso a confiança aumenta e você se sente mais a vontade para falar sobre o assunto, não acontece de uma hora pra outra, mas o seu momento vai chegar 😉
      Nunca fui a uma balada GLS, mas não por falta de vontade, é que falta companhia hahahahaha
      Mas um dia há de dar certo kkkkk
      Se você quiser conversar ou compartilhar frustrações (risos), peça para a blogsoubi que ela te envia o meu email. Se não quiser também, sem problemas hahaha 😉

  8. Daniela Carneiro disse:

    Bom, hoje realmente aceitei que também gosto de mulher. Ainda não assumi isso pra sociedade, pois ainda é um pouco complicado! Até hoje só beijei uma mulher que é minha melhor amiga. Até hoje lembro com detalhes desse momento. Hoje ela está casada e já é mãe, fato que acabou com as minhas esperanças! Não me sinto atraída por outras mulheres, mas só por ela. É confuso! Não consigo me entender. Não tenho muitos amigos pra conversar sobre isso. Pretendo ir numa balada gay para entender melhor. Não consigo identificar um garota bi o lésbica, a não ser aquelas meninas que são mais masculinas. Li todos os comentários e me senti a vontade para escrever. Obrigada por compartilhar isso comigo. Agradecida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s