A mulher por quem me apaixonei

Publicado: 7 de fevereiro de 2013 em Bissexualidade feminina
Tags:, , , , , , , , , , ,

LésbicasA minha namorada é o tipo de mulher que sempre desejei. Madura, inteligente, sensível, bonita e com um estilo executivo que eu amo. Adoro vê-la se aprontando para ir ao trabalho. Sempre muito bem vestida, ela costuma usar saia social com camisa ou blusa justa no calor. Nos dias mais frios, ela geralmente opta por uma calça social com tailleur. Ou seja, extremamente feminina.

Quando ela sai, o perfume fica pela casa. É tão bom senti-lo. O perfume casa tão bem com sua pele que quando ela chega do trabalho ainda está com ele. Sim…depois de um dia inteiro de trabalho ela ainda está perfumadíssima. É um sonho.

Ela adora maquiagem e sempre está com o cabelo impecável. Dou risada até hoje de um dia que ela teve um chilique por não ter encontrado a bolsa de maquiagem. Tive que parar o carro na garagem pra ela descer e ir buscá-la. Ela saiu do carro bufando. Depois de alguns (bons) minutos ela voltou sorridente e toda produzida. Quem disse que namorar mulher é fácil (risos)?

Ela também é decidida, séria e ao mesmo tempo divertida. É tão bom namorar alguém que consegue resolver tudo rapidamente; a típica mulher moderna. Ela também não se intimida com as perguntas das pessoas quando estamos juntas. Outro dia, ela entrou em uma loja para experimentar roupas. Enquanto eu aprovava ou censurava as peças, a vendedora da loja perguntou se éramos amigas. Fiquei toda sem graça e antes que eu pudesse dizer qualquer coisa a minha namorada prontamente respondeu: “Somos namoradas”. A vendedora não pareceu tão surpresa. “Isso já aconteceu comigo também. Tive um lance com uma menina, mas acabei desistindo. A minha família é muito religiosa. Hoje sou casada e tenho um filho”, disse a vendedora. Esses dias, ela também contou para uma colega de trabalho sobre nós. “Nossa, conheço muitos gays, mas nunca imaginaria que você namora uma mulher”, respondeu sua colega.

A gente também se diverte muito juntas. Além de companheiras, somos amigas. Contamos tudo uma para outra. Essa sinceridade torna a relação ainda mais saudável. E, claro, também brigamos. Já existe até um ritual que estamos tentando quebrar. No início ficávamos algumas horas sem nos falar. E ninguém cedia. Começamos a diminuir esse tempo e paramos de perder tanto tempo (risos).

Como moramos juntas, no início tivemos que entrar em um processo de adaptação. Ela é extremamente organizada e metódica. Eu sou uma pessoa que gosta da “bagunça criativa” (risos). Era mais difícil pra ela do que pra mim. Eu não via problema em deixar um jornal em cima do sofá. Ela achava um absurdo. Eu não via problema em deixar algumas roupas em cima da cama. Ela queria me matar.

Mas o que faz uma relação melhorar? Ceder! Eu passei a ser mais organizada (com algum custo) e ela desencanou um pouco (ufa). Obviamente, temos outros “acordos” e algumas “aceitações”. Tem defeito que é difícil extrair, outros são impossíveis. E o mais emocionante é compreender e aceitar essas diferenças.

Depois de muitos anos com homens já fui capaz de achar que nunca me apaixonaria por uma mulher. Eis o lado bom de errar. O amor é isso, prazer.

Anúncios
comentários
  1. Dany disse:

    Quanto a vendedora, pela naturalidade com q ela tratou o assunto me parece q ela gostou de ter tido esse “lance” com essa emnina, e me ficou claro q aó parou devido as pressões da familia, o q eu não achei justo!! Mas a real é q se ela for bi como me pareceu, ela pode desejar isso de novo, e ae??
    Sobre não crer q vc possa se apaixonar por uma mulher quando vc é bi e´facil se equivocar quanto a isso, eu n só me apaixonei como já sofri e chorei muito!! Choreim senti e sinto falta, mas to aqui, e ainda prefiro e quero me relacionar com elas!!
    No meu caso não precisa ser extremamente feminina, basta ser feminina e gostar de ser mulher!! Mas curto um estilo mais despojado, masi alternativo ,seja bofinha ou lady, ou mesmo uma meio termo.

  2. miriam disse:

    Amei o post, ou melhor, amo o blog… obrigada por compartilhar sua historia conosco
    bjs.

  3. Dany disse:

    Eu também gostaria de ter uma linda e verdadeira historia de amor com uma mulher nas quais pudesse dividir com as leitoras e que pudesse servir de exemplo pra muita gente… mas é uma pena que não tenho.

    • joyce disse:

      eu tbm gostaria de viver uma linda historia de amor com uma mulher e poder compartilhar com todas vcs vou ficar a espera quem sabe a felicidade venha bater m minha porta néh ? bjão a todas …

  4. Joana disse:

    Muito interessante e doce o seu relato! O amor é belo, e essa beleza não faz distinção pelo gênero da pessoa amada. Também nunca imaginei que fosse me apaixonar por uma mulher, mas quando me dei conta, aconteceu – porque o amor é assim, a nesga de sol que aparece por entre as nuvens, no caso de nós, lésbicas e bis, nuvens espessas de autopreconceito. Parabéns por gozar o amor em sua plenitude.

  5. Luma disse:

    No meu caso não sei se virei bi agora ou ja era antes e não sabia!
    Tipo, quando mais nova eu não tinha vaidade e sempre me chamavam de “sapatão” e agora eu sou mais feminina, vaidosa e tal mas msm assim tem gente q fala isso ainda.
    Porem eu nunca tinha sentido atração por mulher mas sempre tive um jeito de pensar e agir meio revoltada contra os homens. mas sempre gostei de ficar com homens.

  6. Luma disse:

    Sou revoltada com o machismo deles, em querer fazer as mulheres de empregada, sai e a mulher ficar em casa. Coisas desse tipo, essas situações que varias colegas minhas passam e aceitam e eu não. Os homens da minha família são todos muito machistas e eu vejo isso e descordo desde bem pequena.
    Já fiquei com vários garotos e namorei um durante 1 ano e 06 meses mas sempre mostrando p ele q não nasci p ser capacho de homem.
    Eu gosto de homens mas não aceito varias coisas q outras mulheres aceitam. por isso digo, revoltada. Pensando bem acho q me dou o valor certo, coisa que todas deviam fazer.

  7. Bibi disse:

    Acho que foi a declaração de amor de uma mulher a outra mais linda que já vi. Parabéns pelo blog, pelo post e pelo relacionamento de vocês. Já acompanho você há um tempo e as postagens tem me ajudado e muito a entender a minha sexualidade.
    Obrigada!
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s