Resposta a uma amiga heterossexual

Publicado: 19 de setembro de 2012 em Bissexualidade feminina, Histórias reais, Mundo LGBT
Tags:, , , , , , , , , ,

Pedi a uma amiga heterossexual para ler o blog e me dar sinceras opiniões. A escolhi por dois motivos: ela é realmente uma pessoa sincera (e totalmente sem filtro) e tem uma cabeça muito aberta, o que ajuda a fazer considerações pertinentes ao conteúdo.

Ela me mandou um e-mail com todos os pontos críticos e eu disse a ela que faria um post para respondê-los. Eis abaixo alguns trechos do e-mail dela:

 

“Há dois anos você namora uma mulher e me parece que ficar tentando afirmar que você é bi é uma forma de querer esconder ou justificar algo do tipo ‘olha, eu também gosto de homem tá, sou normal´. Como disse, hoje você está com uma mulher e ponto, não há motivo para querer se encaixar em algum modelo. É isso que você está tentando fazer”

O que ela me disse, é o que a maioria das pessoas que não são bissexuais pensam: precisamos escolher um lado. Quando ela diz que namoro uma mulher, obviamente estou em uma relação homossexual. Mas como já disse por aqui algumas vezes, eu também já namorei homens e sei que os desejei e realmente gostei deles. Por esse motivo, sei que tenho atração por ambos os sexos. Obviamente, se estou com uma pessoa (seja homem ou mulher), não vou me interessar pelo outro sexo, mas isso não significa que eu não seja bissexual. O fato de ser bissexual é aceitar a possibilidade de poder se relacionar com um homem ou uma mulher. Ponto. É simples, as pessoas é que querem complicar. Afirmar que a bissexualidade existe não é uma forma de mostrar que sou “normal” porque gosto também de homem, mas mostrar que é normal ter atração por ambos os sexos.

Como as pessoas não são iguais e não sentem as mesmas coisas, às vezes fica difícil compreender que certas coisas são naturais. Mas concordo que alguns gays e lésbicas podem se camuflar na bissexualidade, quando na verdade não sentem realmente atração pelo sexo oposto. Seria uma forma de “amenizar” a verdadeira identidade deles, para evitar preconceitos (o que até poderia ser compreensível numa sociedade como a nossa). No entanto, sei que esse não é o caso de muitas pessoas que se dizem bissexuais.

Mais um trecho do e-mail:

“Também achei que você supervaloriza a relação de mulheres. Tenho a impressão que os seus textos valorizam gênero”

Eu não supervalorizo as mulheres, pelo contrário. Digo sempre que as pessoas precisam escolher ficar com quem amam, seja homem ou mulher. No meu caso, como estou com uma mulher, obviamente vou falar das qualidades de uma relação homossexual, mas em nenhum momento no blog eu critico a minha relação anterior com homens, cito inclusive que elas foram muito boas e não tenho reclamações a respeito.

Minha amiga ainda criticou o fato de eu dizer que uma relação entre duas mulheres é mais intensa. Ela cita que os homens também podem ser muito intensos. Sim, eu concordo que os homens podem ser muito intensos, mas é uma relação muito diferente. Nesse sentido, a minha amiga heterossexual não pode contestar, simplesmente porque ela nunca se envolveu com uma mulher para saber como funciona. Aliás, peço a opinião das leitoras sobre o assunto.

Ela diz ainda que tive poucos namorados e namoradas, o que não me dá experiência suficiente para fazer certas afirmações. Na verdade, as minhas afirmações não são baseadas apenas nas minhas experiências, mas também nas de muitas leitoras, algumas amigas e filmes sobre o assunto. Além disso, o objetivo do blog não é ditar uma verdade, mas sim compartilhar experiências e emitir opiniões a respeito da sexualidade humana.

Outro ponto fundamental é saber que não existe nenhuma regra, padrão ou rótulo. Cada pessoa é de um jeito, cada um sente as coisas de uma forma diferente. Precisamos parar de querer ser iguais aos outros, ter os mesmos desejos, as mesmas vontades, se enquadrar em um grupo. As melhores respostas estão dentro de nós mesmos.

Qual a opinião de vocês?
Grande abraço!

Anúncios
comentários
  1. Suelen disse:

    Eu superapoio seus pensamentos Amanda, como sua amiga nunca teve uma relação homossesual ela não sabe quao intensa é uma relação lesbica. Tá certo que homens tbm podem ser intensos, o meu namorado é intenso. Mas esta certa em se afirma bissexual, pq vc sente atração por ambos sexos, mesmo namorando com uma mulher se um dia terminar não pode garantir que nunca mais ficará com homens. No meu caso so sinto atração pelo meu namorado, e por outras mulheres, agora posso afirma que apos ele não quero nem saber de homens, por eu ter a mente muito masculina, sou bi por tudo isso mas tenho conciencia da minha tendencia e vontade em ser lesbica. Bom, em relação aos gays se esconder como bissexuais é bem comum mesmo, quase a maioria que eu conheco se encontrou dessa forma, acho que todos nos tentamos ser “normais”, tenta não se aceitar, namorar o sexo oposto, pq é isso que a sociedade aprova e é mais “facil de viver”. E vc esta certa em afirma que este blog é um lugar de trocar experiencias, que não é dona da verdade, realmente todas nos aki temos duvidas, e necessitamos saber as experiencias umas das outras para se sentir bem e não se sentir sozinha.
    Uffa falei demais, kkkk Continue assim amiga, amo seu blog!

    Bjos Amanda e meninas!!!
    *-*

    • Dany disse:

      Cara Suelen, será q vc seria uma bi com identidade lesbica? O que vc define como uma mente muito masculina?? Vc parece gostar apenas do seu namorado por acha-lo diferente dos outros homens e pro isso esta com ele, mas parece se identiicar e se comunicar melhor com as mulheres, é isso mesmo??? Vc é do tipo que gosta de conduzir a relação e não suporta ser submissa ou dominada, mandada, ser a subordinada da relação? Se for, penso assim tb!! Vc é feminista? rsr

      • Suelen disse:

        Oie Dani, vc esta certa em algumas partes, realmente eu detesto ser dominada, submissa, mandada. Agredito que sou mesmo uma bi com identidade lesbica, pq gosto de ter o controle, e geralmente na maioria das relacoes o homem quem tem controle de tudo, entao no meu namoro sou eu quem dou as cartas mesmo. Mas não sou feminista demais nao kkk, acho que pra namorar com um mulher eu teria que ter o dobro de paciencia que tenho. kkkkkk
        Bjosss!!!!

      • Suelen disse:

        Tbm Dani, defino como mente masculina o fato de nao ser dependente da relacao, gostar de tbm de ta com os amigos, liberdade, não ter ciumes. Tipo a liberdade que o homem mesmo namorando nao deixa pra traz, mulher fica muito melosa, dependente, romanticas demais, sei lah sou mais razão que emoção… ^^

  2. Denise disse:

    Adorei a postagem! 😉

  3. Nana disse:

    Creio que não dá pra definir, porque podemos nos apaixonar por “pessoas” independente do sexo, ou nos interessar apenas por sexo com outras mulheres, que é o meu caso.
    Sempre me apaixonei por homens e me casaria com qualquer um dos meus ex namorados, mas com mulheres penso q será uma coisa apenas física (até o momento não encontrei nenhuma pra se aventurar comigo), sinto muuuito tesão quando vejo pornografia, sinto muita vontade de transar com uma mulher, mas por sentimento nunca me interessei, nem por alguma amiga. Também não vejo esse desejo q sinto apenas como uma fantasia.
    Penso que sua amiga foi muito severa com as críticas, mas não poderia ser diferente, afinal a idéia era te levar a refletir.

    • Dany disse:

      Esse é o problema de quem não sente igual ao outro e quer tentar te levar pro lado delas!! Quem tem q se guiar é a propria pessoa, mas isso eu ja disse aqui e vivo dizendo, cansei de repetir. E talvez vc ainda não tenha se apaixonado, envcontrado uma garota q mexa contigo, te faça ficar pensando nela o dia todo, querer ve-la, se envolver, estar com ela e tals, por isso seus desejos giram apenas em torno de sexo nesse momento. Vc esta “tateando”, ma a partir do momento q se envolver, sentir paixão, tudo muda, fica mais concreto, mais intenso, mas certo q é algo permanente e q vc percebe q n quer só sexo de uma mulher!! Eu quero muito fazer amor com outra mulher, mas como acabei de terminar um namoro, não to apaixonada pro nenhuma, apenas to interessada, sinto atração, mas é pelo momento de “lacuna” (esse espaço pós termino de namoro), pq eu realmente não consigo me inaginar vivendo só de sexo com mulher, acho meio superficial, sabe??

  4. Dany disse:

    Na boa? Vc sabe q eu não falo nada pra agradar, eu falo o q eu penso e peço desculpas se tiver sendo grossa, mas as vezes eu gosto de ser direta! Acho q sua amiga deve ser uma bissexual enrustida! Pq ela critica suas afirmações como se vc tivesse tentando influenciar as leitoras a ter uma relação lésbica? E como ela pode querer determinar uma verdade para seus relacionamentos, sem vc ter pedido uma opiniáo dela? Oras, vc disse a sua verdade, das coisas q vc concluiu vivendo a cada um desses relacionamentos e as leitoras concordam pq pensam da mesma forma! Será q foi isso q a incomodou?? Quem é ela pra dizer q não é assim? E o quanto ela acha q te conhece? Aquanto tempo??? Eu acho sim q a realção lesbica pode ser muito mais intensa! EU não senti essa intensidade com homens, mas são as minhas experiencias! Talvez el tenha entido medo de q seja verdade sobre a relalão les ser mesmo intensa, caso ela experimente e ela ficar em duvidas entre os homens cujas relações ela esta acostumada e as mulheres, e viver em conflito interno alongo prazo, sei la, acho estranho ela ter se incomodado.. mas o q vc disse pra ela?

  5. Dany disse:

    Outra coisa: não é pq se é bi q se tem mais chances de se dar bem… se vc n tiver sorte com ng vc tem mais chances de se f… er, isso sim!! Cabe a vc escoleher o lado q te agrada mais nesse caso.

  6. GI... disse:

    Ola Amanda,adorei seu blog…ele esclarece muitas coisas que estou vivendo,duvidas,medos.
    Vivi uma relação de 4 anos com um homem,uma relação totalmente destrutiva…
    Depois de sofrer muito,me descobri ”curiosa” sobre relaçoes com mulheres. e numa brincadeira acabei fikando com minha melhor amiga…E me descobri realmente como mulher em todos os sentidos.Estamos juntas a 8 meses,a nossa relação é sim mto mais intensa que qualquer outra ja vivida por nós.
    Principalmente na cama,nao sei ao certo se sou bi,lesbica enfim…SOU FELIZ…

    BJOSSS

    • Dany disse:

      Sua relação com ele era destrutiva em q sentidos Gi? Se importa de contar??

      • Gi... disse:

        Porque ele nunca me amou..ele me usou,no momento mais dificil da vida dele eu estava com ele…ele estava sem grana,humilhado,eu tava junto dele.Quando ele se levantou…eu nao servia mais.Na verdade ele nunca amou ninguem…e essa relacao acabou comigo,por muito pouco nao deu fim a minha vida…Mas tive sempre o apoio da minha amiga…que hoje é a mulher da minha vida.

  7. Cal disse:

    Passando por aqui. Gostei e estou seguindo agora.

    Concordo com você no fato de estar mais homo que hetero no momento não quer dizer que você não esteja bisexual. A bisexualidade é simplesmente a atração sexual por ambos os sexos.

    Estou casado há muitos anos, mas sempre fantasiei em ter uma relação sexual com homens, e acabei tendo uma. Adorei. O fato é que continuo tendo uma atração para mulheres – mental e física – e uma atração puramente sexual para homens. Portanto, mesmo vivendo heterosexualmente com minha esposa, eu me considero bi. Não ter relações com o mesmo sexo não quer dizer que você é puramente hetero, quer apesar dizer que você foca apenas num dos lados pelo momento.

    (Enquanto o outro lado reclama, rsrs…)

    Um beijo.

  8. Erica disse:

    A impressão que tive lendo os trechos do email dela foi a que ela é que está tentando te convencer de alguma coisa. Isso me levou a pensar…qual o motivo de uma pessoa que não cogita a possibilidade de se envolver com outra do mesmo sexo, qual o motivo de acompanhar o blog? E mesmo passar um email pra você falando isso? A vida me ensinou que uma das faces de mascarar seus próprios sentimentos é o preconceito. Isso já aconteceu em alguma fase da vida de todos nós. E porque ela precisa tanto afirmar sua heterosexualidade se ela é “normal”? As relações entre mulheres são e sempre serão mais intensas do que as com os homens. E não falo de sexo, de relacionamento. Quer um exemplo disso: amizade. Dificilmente uma mulher terá uma amizade requintada com um homem como tem com uma mulher. Há exceções, mas são raras. Então, acho estranho que alguém tão seguro e sem nenhum interesse participe deste tipo de blog. Mas este é um espaço democrático, onde todos podem participar com suas opiniões. Até mesmo quem não tem nada a ver com o bi ou homossexualismo. Não é verdade? Beijos.

    • blogsoubi disse:

      Oi, Erica, tudo bem? Obrigada pelas considerações. Vou “defender” a minha amiga, porque acho que algumas coisas talvez não tenham ficado claras. Na verdade, eu pedi a essa minha amiga para ler o blog. Ela não acompanha, entendeu? Ela me conhece pessoalmente e sabe de toda a minha história. Adoramos discutir sobre esses assuntos pessoalmente também, é sempre muito bom. Sobre o fato de ela ser heterossexual, mandei a ela o post depois de escrever e ela me disse: “Por que você me intitulou como heterossexual? Eu posso não ter tido nenhuma experiência com uma mulher, mas isso não significa que eu nunca terei”. O que ela defende, na verdade, é a ausência de rótulos. E ela acha que a bissexualidade é um deles. Eu concordo que qualquer forma de tentarmos nos descrever possa ser um rótulo. Mas, enquanto a sociedade ainda não “evolui” a esse ponto, foi a melhor maneira que encontrei para definir o que somos. Infelizmente, o ser humano ainda precisa desse tipo de definição, até para conseguir se entender melhor. Beijos, Érica! Bom te ver por aqui de novo!

  9. Ju disse:

    Oi! Não conhecia seu blog, mas me identifiquei muito com essa postagem.

    Também sou bi, e estou em um relacionamento com uma menina. Mas isso não me impede de dar aquela olhada quando vejo algum homem que me atrai por aí. Só que as coisas param por aí. Eu não vou tentar nada com eles.

    Mas quando eu conto para algumas pessoas que sou bi e estou namorando, o que mais ouço é se minha namorada não tem medo de eu largar ela e ir atrás de algum homem. A resposta é claro que não né. Se estou em um relacionamento, é justamente com essa pessoa que eu quero estar, seja ela homem ou mulher.

    Como eu não tenho muitos amigos bi, nunca tinha visto alguém dizer o que voce escreveu. É bom ver que não estou só!

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s