Como conheci a minha namorada

Publicado: 12 de setembro de 2012 em Bissexualidade feminina, Histórias reais
Tags:, , , , , , , , , ,

Quando o desejo de beijar uma mulher começou a se tornar incontrolável, decidi extravasar entrando no bate-papo do UOL para lésbicas.

O primeiro dia foi engraçadíssimo. Conheci uma menina de uns 20 anos, que se achava a última bolacha do pacote. Ela dizia: é a primeira vez que você entra aqui e logo já me conhece? Você tem mesmo muita sorte, nem todas as meninas são tão bonitas quanto eu”. Logo pensei: “Vai ser fácil não me apaixonar por nenhuma mulher se todas forem assim.”

Então comecei a minha “saga” para encontrar alguém legal, pelo menos para conversar. Não é nada fácil. Quem pensa em namorar mulher porque costuma achar os homens idiotas, esqueça já essa teoria. Há mulheres tão ou mais idiotas do que os homens. Depois de entrar algumas vezes no bate-papo, conheci algumas garotas com quem tive encontros. Elas eram legais, mas não me apaixonei por nenhuma delas.

Até que um dia comecei a conversar com uma mulher de 30 anos. Ela escrevia muito pouco, era bem direta. Diferentemente da maioria, com quem eu conseguia conversar por algum tempo, ela não queria “perder tempo” trocando palavras em uma sala de bate-papo. Eu percebia que ela não tinha muita paciência para ficar conversando por ali. Ela então me passou o MSN e por lá a conversa não ficou mais intensa. Ela continuava conversando pouco. Me mandou uma foto e eu mandei outra e logo ela me chamou pra sair. Fiquei um pouco assustada pela “agilidade” do convite e disse que iria sair com a minha amiga, que poderíamos sair outro dia.

Nesse momento, o interfone tocou e eu precisei correr. Disse a ela que poderíamos conversar depois. Ela achou que era mentira. Diz até hoje que eu não gostei da foto que ela mandou (ela estava de moletom). Confesso que preferi a segunda foto (que ela só mandou na nossa terceira conversa), mas ela é linda de qualquer jeito.

Alguns dias depois, voltamos a conversar, e ela disse novamente para sairmos. Mas nesse dia – por algum ‘problema’ do destino – eu também tinha combinado com minha amiga de sair. Eu havia terminado com meu ex-namorado não fazia nem um mês e nessa época eu procurava sair praticamente todos os dias.

Ela pediu o meu celular, disse que iria até lá e poderíamos nos conhecer. Gelei. Eu não conseguia agir tão naturalmente com uma mulher. Ainda estava muito travada. Eu respondi que poderíamos nos encontrar por lá, sem que eu desse o meu celular. Obviamente, ela ficou enfurecida e achou que eu deveria ter 10 anos. E com razão. Fui uma estúpida. Mas não podia falar pra ela que eu estava com medo. Achei que seria ainda pior. Ela parecia tão resolvida e tão extrovertida que eu poderia por tudo a perder com a minha timidez e inexperiência. Ela parou de falar e achei que depois disso nunca voltaria a conversar comigo.

Por sorte, tive outra oportunidade. A encontrei no MSN novamente e pedi desculpas por minha atitude infantil. Como ela era bem direta e queria curtir depois de ter terminado o namoro de cinco anos e meio com uma mulher, ela pareceu não ter ficado chateada e me convidou para sair pela terceira vez (na verdade, ela estava me achando uma criança, mas como só queria dar alguns beijos, não estava nem ligando). Aceitei na mesma hora e disse que poderia ser naquele dia mesmo. Era um domingo.

Coloquei uma jaqueta preta, uma calça jeans e um salto e saí. Combinamos de nos encontrar perto da minha casa. Nessa altura, eu já tinha dado o meu celular. Mas tive outra atitude infantil (quando somos inexperientes com mulheres, é normal não conseguir fazer nada direito). Eu disse a ela para não me ligar, que iríamos apenas nos falar por mensagens. Tudo porque eu não tinha coragem de falar ao telefone. Fiquei com medo de gaguejar. Eu já tinha tentado falar com uma menina por telefone e tinha sido péssimo. Mas essa menina foi tão legal que achou fofo eu gaguejar e depois até conseguimos conversar naturalmente. Mas não queria repetir a experiência. Obviamente, quando eu disse para nos falarmos apenas por mensagem, ela teve certeza de que eu era mesmo uma criança de 10 anos (na época eu tinha 25 e ela 30).

Combinamos de nos encontrar em um estacionamento de um restaurante perto da minha casa para depois irmos para algum lugar. Ela me disse o nome do carro, a placa e a cor. O carro dela tinha insulfim e eu não conseguia ver absolutamente nada dentro dele. Por uma questão de segurança, mandei uma mensagem para ela sair do carro (todo o cuidado é pouco. Não se entra no carro de uma pessoa que você não sabe quem é. Fiquei com medo de ser um homem ou alguém que pudesse me agredir).

Ela me achou novamente infantil (apesar de hoje admitir que é bom ser cautelosa com pessoas da internet. Aliás, sejam muito cautelosas sempre), mas mesmo assim saiu do carro.

Quando eu a vi saindo, até pisquei de novo para saber se ela era tudo aquilo mesmo que eu estava vendo. Fiquei encantada. Ela era ainda mais bonita do que na foto. Estava de salto, blusa e calça bem justas e tinha um cabelo longo liso e preto. E o perfume dava pra sentir de longe. “Por que demorei tanto para encontrá-la?”, foi a primeira coisa que pensei. Chamei alto o nome dela, ela veio em minha direção e me cumprimentou com um beijo no rosto. Então me convidou para entrar no carro e nessa altura eu já estava imaginando se ela realmente iria querer me beijar, porque eu tinha certeza que eu queria. O carro dela também era cheiroso. Comecei a sentir coisas que não tinha sentido com nenhuma menina com quem já tinha me envolvido até então. Combinamos de ir a um bar GLS.

No caminho, ela falava de uma forma bem desenvolta. Como ela é executiva, conseguia usar as palavras muito bem, mesmo falando descontraidamente. Enquanto ela falava, comecei a observá-la no carro disfarçadamente. Dava para ter uma boa ideia do formato das pernas, das curvas… tive que parar de olhar para não imaginar mais coisas. Eu precisava prestar atenção no que ela estava falando para responder rapidamente a qualquer pergunta. Mas ela não me perguntava quase nada, estava dominando muito bem a situação. Contava sobre a sua vida, seu trabalho e profissão e eu só fazia algumas perguntas para não precisar falar muito. Ela foi a primeira mulher que realmente me intimidou. Fiquei sem reação, me senti uma boba.

O trajeto até o bar pareceu durar uma eternidade. Eu estava realmente tensa e precisava beber algo pra relaxar. Chegamos no bar e sentamos em uma mesa próxima da janela. Ela disse que ia ao banheiro e já voltava. Foi o primeiro momento que consegui observá-la com mais calma. O andar era bem feminino e o corpo dela era perfeito. Respirei fundo e pedi uma bebida para me acalmar. Ela pediu algo mais leve, não parecia estar muito nervosa.

Enquanto ela falava, procurei beber rápido para ver se a tensão passava. O bom é que ela gostava muito de falar (risos), o que começou a me deixar mais tranquila. Quando eu já estava começando a ficar mais descontraída, ela me deixou totalmente tensa: “Posso te dar um beijo?”, ela pediu. Quase não consegui acreditar no que eu estava ouvindo. “É claro que eu quero, eu estava pensando nisso desde a hora que te vi”, foi o que pensei. Mas respondi com um “Claro que pode”. Foi então que beijei a minha namorada pela primeira vez. O beijo dela era macio e ao mesmo tempo que era delicado, era envolvente, um beijo que pode te levar a pensar mil coisas, se é que me entendem.

Nos beijamos mais algumas vezes e como era domingo precisamos nos despedir. Eu não queria que aquele dia acabasse, fiquei com medo de ela não querer repetir a dose. Ela me deixou em casa e a primeira coisa que fiz quando deitei na cama foi mandar uma mensagem: “Gostei muito de te conhecer. Gostaria de repetir o nosso encontro. Beijos, Amanda”.

Ela respondeu o mesmo, dizendo que também gostaria de repetir. No dia seguinte nos falamos por MSN e deixamos claro que gostaríamos de nos ver novamente. Mas as conversas começaram a ficar mais intensas e logo percebemos que o próximo encontro não poderia ser em um bar, mas em um hotel. Não queríamos esperar mais tempo para nos conhecer melhor. Já havíamos percebido uma química incrível entre nós e decidimos que não valia a pena esperar.

O bom de combinar um encontro desses com uma mulher é que você não fica imaginando o que ela pode pensar de você. Se fosse um homem eu até pensaria duas vezes.

O segundo encontro (como já contei nesse post) foi ainda melhor do que o primeiro. E desde então não ficamos um dia sem nos falarmos. Demorou pouco tempo para perceber que ela era a mulher da minha vida. Ainda bem que para perceber isso eu fui mais rápida. Hoje já somamos quase dois anos de muito amor e felicidade.

Por isso, por mais que você seja tímida e tenha medo de viver algumas experiências, tente fazer um esforço para conseguir se libertar. Sem dúvida, vale muito a pena.

*A música abaixo, ela me mandou em uma de nossas conversas, quando já estávamos apaixonadas, prestes a namorar. 

Anúncios
comentários
    • Sarinha disse:

      Que lindo amiga…Queria ser assim corajosa.Quantos pessoas gostariam de me conhecer e sempre dei desculpas por se tratar da internet…Mas,adorei e desejo que vcs sejam a cada dia mais feliz..Bjks

  1. Rayssa Umbelino disse:

    Que Lindo *-*
    Como Você Fala Dela Da Pra Perceber Você Realmente a Ama, Rii Um Bocado Aqui De Alegria Mesmo =)

  2. Dany disse:

    Bom, quanto a suposta teoria, volto a repetir: se a pessoa se azarar nos dois lados, é melhor escolher a “cruz” q mais lhe for confortavel ou mais facil de lidar, pq as vezes, mesmo com problemas existe de verdade a preferencia por mulheres. Vejo varias dizendo q os homens nao atendem suas expectativas e ou não agem de tal maneira q as mulheres se preocupam mais em agir, mas creio que seja baseado em experiencias DELAS e pra elas costuma ser mais facil, embora não deixe de ser estressante, mas pelo fato de tambem serem mulheres, algumas atitudes dessas são mais relevaveis, não as irritam tanto nas mulheres a ponto de faze-las voltar ou desistir anets mesmo de começar.Eu tive problemas com minha ex (terminamos ha pouco) por imaturidde dela (todas das minhas amigas a acharam imatura) ! Mesmo assim,continuo querendo seguir, com outras mulheres(depois q ela terminou comigo, eu incrivelmente deixei de pensar no meu ex amigo, n quero procura-lo), se um dia voltarmos, quem sabe, mas acho pouco provavel com ela, mas enfim…. Acho q se trata de bem estar, e tem umas q se tanto faz, não se importam em alternar, ficam com ambos oportunamente, mas não é via de regra. As vezes é questão de sorte tb não encontrar nem homem nem uma mulher imaturos. Enfim, cada um faz o q se sente melhor. Problema pro problema, se vc ja “viu coisa pior” vc permanece neste lado q ‘escolheu’. Espero q vc não se chateie, mas é essa a minha opinião.

    E muito prazer, Amanda do blog soubi!!! Vc ainda se considera bi?

  3. Dany disse:

    E eu não quero parecer invejosa, me desculpe se passei essa impressão, mas queria ter essa mesma sorte… e vc ainda disse q ela tem um corpo perfeito dos deuses né! q bom q vc teve essa sorte né rs azar o meu q não tenho! É rir pra não chorar kkkk!!! Só atraio pessoas complicadas e ja saquei q talvez eu seja forever alone (é só um desabafo, n fique me achando pessimista ou afins) é só algo q saquei em mim mesma. O maximo q conseguirei serão alguns beijos, mas sei la…. acho dificil eu conhecer alguma mulher para uma relação tão duradoura, mas bem q eu gostaria.

    • Maria Lúcia disse:

      Dany não reclama da sua vida,que você á uma sozinha no mundo.Tem muitas mulheres que queriam namorar outra mulheres, você é Bi e já namorou homem e mulher né? Então eu também sou Bi e já namorei um homem em toda minha vida, eu quero namorar uma mulher,o meu problema é que eu não consigo chegar numa mulher ou garotas novas.Eu estou apaixonada por uma adolescente na minha sala.Más eu acho que vou levar essa amor sozinha comigo.Eu queria estar no seu lugar,pelo menos eu já teria namorado com homem de mulher.Quando você for deitar pra dormi pensa assim:”Nossa eu sou Bi e já namorei com os 2 sexos,e tem muitas mulheres não só Bi mais também Lés,que nunca namoraram outra mulher,más porque não querem e sim porque não pode ou não consegue numa”.Pensa nisso tá? Essa é o que eu penso.

      • Dany disse:

        Anjo, vc não conhece bem a minha historia… e não, eu não namorei os dois e sim só UMA mulher (e apenas FIQUEI com algumas pessoas de ambos os sexos) , e já não estou mais com ela, e já deu pra notar que ela não era tão louca por mim como ela dizia, mas nem vem ao caso!! Creio que em minha vida nunca houve lugar pra ser amada por nenhuma pessoa q eu tenha gostado, prefiro nem ficar pensando nisso, nem preciso dar uma explicação ou mais detalhes, mas eu resolvi falar pq vc fez uma afirmação q não é verdadeira e só vim aqui corrigir. O grande problema das pessoas é q falam sem saber o q relamente se passa dentro da gente. Eu não quero ser grossa com vc, mas mesmo q vc não entenda, eu tenho meus motivos pra chegar a conclusão que cheguei sobre mim mesma e a MINHA vida e nada q alguem aqui disser pode julgar sem ter convivido comigo. Queria ter namorado um amigo no passado, mas não rolou, e eu não quero puxar passado, não to buscando iso agora, e sim, adoraria encontrar atualmente uma mulher q realmente goste de mim, mas não consigo acreditar nisso, pq simplesmente as circunstancias vem me mostrando a cada vez q isso é quase q uma utopia pra mim, foi só um desabafo e vc não precisava ter se incomodado com isso. Me desculpa, mas eu to realmente chateada com as coisas q me aconteceram.

    • Maria Lúcia disse:

      Dany SEM PROBLEMAS,EU Ñ TO ENCOMODADA COM TD ISSO.EU SÓ QUERIA TER FALAR QUE Ñ É SÓ VOCÊ QUE É UMA SOZINHA NO MUNDO.TODOS NÓS SOMOS,MAIS UMA DIA TD ISSO VAI MUDAR.BASTA TER FÉ E SER POSITIVA.UM DIA VOCÊ QUE VAI SE CASAR E TER FILHO ASSIM NÓS TODOS.VAMOS TODAS SER POSITIVAS QUE VAMOS NOS DAR MUITO BEM NA VIDA.

      • Dany disse:

        Bom, no momento eu n estou pensando em me casar com ng, mas a ultima pessoa com quem eu me via casando era uma guria por quem me apaixonei loucamente ano passado!! Não penso em me casar com um cara!! Filha eu penso, ter uma menina!
        Mas pensa pra quem é bi e tiver indeciso, já pensou q moderno, a mina com uma mulher e um marido?? kkk!!

        ps- ja to mais calma é q eu realmente tava chateada aquele dia!

  4. Polly disse:

    Linda história! Já contei a minha aqui,mas em outro tema “como saber se sou bissexual” quem tiver curiosidade vá lá e dê uma lida.A minha é diferente pois nem eu e nem a minha linda estávamos procurando,fomos descobrindo o amor juntas e não podemos viver nosso amor da forma como queremos,pois infelizmente tenho filhos e sou casada,já tentei separar,sai de casa,enfim…com a gente é tudo muito difícil,mas tenho certeza que a amo e sei que ela me ama,mas infelizmente as pessoas não estão preparadas para aceitar a verdade,não ainda.Mas tenho esperança que um dia tudo possa mudar.
    Meu desejo de muita felicidade pra vcs! bjs!

  5. Miriam disse:

    Linda história, espero um dia poder viver algo tão bom quanto rsrsrs
    Beijos de sua leitora fiel
    Mi

  6. Joana disse:

    Ai Amanda adorei ler um pouco da tua historia :)) Espero conseguir ter o happy ending que tanto quero com a mulher que quero tambem enfim.
    Eu adorooooooooo essa musica, bom gosto o da tua namorada! Musica superrr romantica 🙂

  7. Suelen disse:

    Linda historia Amanda, esp0ero que vcs sejam muito felizes…
    Bjosss!!!! ^^
    obs: cuidado nas salas de bate papo é sempre bom, e nao hora de conhecer tbm…
    bjoss meninas

  8. Bianca disse:

    Adorei o post, fiquei encantada .. =DD
    Eu sou nova, e ainda não vivi nenhuma experiencia com uma mulher.. Tenho vontade de experimentar, mas ainda sinto um pouco insegura sabe.. =S
    Além disso sou uma pessoa bem tímida, e sinto medo de acontecer algo errado…
    Me identifiquei muuuito. Ter lido esse post me deixou mais tranquila, ao saber q tem pessoas q sentem a mesma coisa q eu…

  9. Suelen disse:

    Seja bem vinda Bianca, vc não esta sozinha com suas duvidas e descobertas!! ^^
    Bjoss!!!

    • nana disse:

      Preciso desabafar com vcs, foi assim eu comecei na univercidade a umas duas semanas, conhecei uma menina super legal, agente andou conversando e então ela disse q era lesbica, então os dias se passaram e eu comecei a me intereçar por ela ai eu tomei coragem e falei pra ela q tava a fim dela, coisa q foi muito dificil pra mim ai então ela me deu um baita fora o fora da minha vida, e ainda por cima disse q tava a fim de outra garota, me pedindo opinião sobre a menina, me pedindo pra q eu a ajudasse com a menina, pesse q situação,n consegui falar n pra ela, to baita triste:(

      • blogsoubi disse:

        Oi, Nana, tudo bem? Infelizmente esse tipo de coisa acontece mesmo. Mas espero que logo você encontre alguém que corresponda aos seus sentimentos. Mas ajudá-la a se envolver com a outra menina já é um pouco demais, não é? Eu se fosse você não me envolveria nisso. Você só vai se machucar mais.
        Mude o foco. Abs e espero que dê tudo certo.

      • Dany disse:

        Mina sacana ela hein?!A Amanda ta certa! Eu se fosse vc nem a ajudava, manda ela ir pastar (to mentindo? Falo MERMO!)

  10. Erica disse:

    Querida…eu fiquei um tempo fora do blog e não sabia que você tinha se identificado..Que corajosa! Essa é a minha menina. Olha esse post me deixou com água na boca. Essa sua namorada tá virando uma lenda no blog e deve ser muito engraçada hein. É óbvio que do jeito como você fala dela, dá pra perceber o seu amor e a sua paixão por ela. Vocês tem sorte. Todo mundo quer viver uma grande historia de amor, porém nem todos conseguem. E vocês parecem personagens dos meus contos. Se não tivesse escrito, juraria que tiraria inspiração daqui. Mulheres determinadas, que sabem o que querem e não são emocionalmente frágeis são dificeis de encontrar. Desejo a vocês toda a felicidade do mundo. E a nós a sorte de poder um dia conhecê-las. Abraços mil.

  11. mariana disse:

    queria poder conhecer e conversar com alguem legal, que esteja disposta a ter um relacionamento verdadeiro.

  12. Erica disse:

    Gente, embora a média de idade aqui seja bem jovem, este é um blog muito sério, com muitas pessoas sérias e de caráter e que dividem suas angústias e preocupações. É um ótimo lugar pra conhecer pessoas. Bem melhor que aquelas salas doidas do UOL onde ninguém é de ninguém. Pelo menos eu fico emocionada com as histórias que leio a cada dia. Beijos

  13. mariana disse:

    Estou muito triste com minha namorada. na verdade nós não somos assumidas, e isso faz com que seja tudo diferente, só que eu a amo muito e fiquei chateada com o que ela me falou, disse que era bom ela arrumar um namorado para despistar, vc acha isso certo? Estou muito triste.

    • Joana disse:

      Não acho bacana nao mariana. Tem uma conversa aberta e sincera com ela e expoe o que sentes, o que queres, o que não queres.

    • Erica disse:

      Ô Mari, se você ainda ama a sua namorada, tem que se resolver com ela. Depois que você se libertar desta historia estará preparada pra partir pra outra. E quanto a mim, eu não estou disponível amor. Eu sou casada. Sou muito complicada pra qualquer relacionamento. Beijos.

      • mariana disse:

        Pois é! Irei conversar com ela, e que aconteça o melhor para as duas. Agora ficar amando sozinha não dá, sem falar que estou com 28 anos e quero algo sério, chega de brincar de amar…

  14. mariana disse:

    Esse blog tem sido muito bom para mim, pois nele posso realmente expressar o que sinto sem medo. Muito bom mesmo! Totalmente diferente do bate papo uol, aff ali é so brincadeiras.

  15. mariana disse:

    Dany, vi seu comentario, claro que vc vai encontrar alguem assim! Tudo tem seu tempo… Bju!

  16. Aninha disse:

    Ah!!! q liiindo! Nesse caso posso ainda ter esperancas de encontrar alguem!! hehhehehe…Linda historia mesmo!!

  17. Lola disse:

    queria desabafar com alguem mais nao ninguem pra falar disso…
    Nao sei se existe amor a primeira vista, mais hj quando encontrei uma amiga da minha irma mais velha, foi como se tudo parace, nosso olhos se encontrarem e nao se desgrudaram nem um sigundo, ela tem um sorriso tao perfeito…ela é perfeita. Eu eatava com minha tia nao tinha necessidade dela pegar o meu numero se ela ja tinha pego o da minha tia, mas ela fez questa de pegar meu numero..ela começo a me mandar msg, acho que ela tbm gostou de mim, foi tentar conquista ela pra mim ela é tao perfeita! *===*

  18. janaina disse:

    Chorei ao ler. Desejo muitas e sinceras felicidades
    *PS: Amo Al Green

  19. Luma disse:

    Lindo! O meu primeiro beijo com minha namorada parecia de filme adolescente: num sítio, escondidas, sentada de baixo de uma arvore e as duas com a boca seca de tão nervosas. Para mim era a primeira vez q beijava uma mulher, para ela não.

    Ela já estava afim de mim e eu dela, porém eu pensava estar ficando doida. rsrsrs..
    Um belo dia ela me contou q já tinha ficado com uma garota, logo p ver minha reação; No dia seguinte fiz algumas perguntas e deixei quieto e no final da tarde saímos p tomar um sorvete e em forma bem descontraída perguntei se ela ainda fazia aquilo (ficar com garota), e ai vi uma expressão q nunca vou esquecer: ela sentada levantou os braços, olhou p um lado, olhou p outro, deu um sorriso de uma orelha a outra, mexeu no cabelo e nem se quer conseguiu responder direito eu logo sorri e falei: deixa, nem precisa responder! A expressão dela foi tipo: ” tudo q eu queria escutar!”.

    No dia seguinte a isso ela me perguntou( por sms) o porque de eu ter feito aquela pergunta, eu sem coragem de responder, sorri e disse: não faz pergunta difícil! E claro que para quem sabe ler um pingo é letra!
    Daí ela me mandou um sms falando: eu sei o que você quer, um beijo! E me chamou p um sítio perto de onde estávamos e ai aconteceu o primeiro beijo!

    Passados 3 ou 2 dias veio o segundo encontro e também não ficou só no beijo, eu me sentia muito insegura por ser totalmente inexperiente e ela não mas, ela sempre me fez ficar a vontade.

    E o que você falou Amanda é verdade, sendo com uma mulher não precisamos nos preocupar com o que vão pensar se nós fomos direto ao ponto. Mas as brigas são praticamente as mesmas de um casal hétero.

  20. Luciana disse:

    Muito bonita essa parte da sua história, a música é linda só q quase estourou meus tímpanos ( deixei o volume do fone no máximo, sou meio lerda). Mas enfim espero ter uma história dessas pra poder contar e amar alguém tanto qt vcs se amam, parabéns vcs devem ser um casal lindo juntas, bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s