Quando assumir a bissexualidade?

Publicado: 7 de março de 2012 em Bissexualidade feminina, Bissexualidade masculina
Tags:, , , , , , , ,

Algumas pessoas acreditam que não é preciso assumir a bissexualidade. “Não é doença, por que preciso sair por aí falando que sou bi? Alguém diz que é heterossexual?”.

Eu também gostaria que isso fosse uma realidade, mas infelizmente não é. Assumir a bissexualidade aos amigos, familiares e colegas de trabalho ainda é uma necessidade.

Ninguém precisa saber da sua vida? Concordo. Mas a gente sabe, lá no fundo, que é um grande alívio poder falar que você namora (ou namoraria) alguém do mesmo sexo. É uma quebra de tabu. Quantas vezes você não quis falar sobre sexo na adolescência (ou até com seus pais) e isso foi reprimido? É bom poder falar o que a gente é e o que a gente sente. Tirar dúvidas e compartilhar experiências. Quem não gosta disso?

Assumir a bissexualidade não quer dizer sair por aí contando a sua intimidade, é simplesmente mostrar que você não tem nada a esconder.

Passar por esse processo significa se libertar. E é ótimo poder fazer isso. Mas antes de tudo, o bissexual precisa assumir para si mesmo o que ele é, o que muitas vezes não acontece. É mais cômodo falar de relacionamentos antigos, que envolviam pessoas do sexo oposto, e omitir os casos, namoros ou seja lá o que for com alguém do mesmo sexo. Alguns até acabam preferindo fugir de um namoro homossexual por quererem ser aceitas pelas pessoas – o que é uma grande ilusão.

Vivemos diariamente nessa grande ilusão da vida imaginando que seremos aceitos por todas as pessoas por ser ou fazer determinadas coisas. Sinto dizer: isso nunca acontecerá. Nem se você for a melhor aluna, a melhor namorada heterossexual e por aí vai.

Mas é claro que é importante que os seus amigos, familiares e conhecidos te aceitem. E se eles não o fizerem, paciência. Um dia precisarão entender que você é o que você é.

Já consegui assumir para a minha família e melhores amigos. Ainda faltam os colegas de trabalho e alguns conhecidos. Foi um processo lento. Precisamos nos sentir muito confortáveis e seguros para falar sobre esse assunto. E se você não se sente assim, mas mesmo assim tem vontade de contar para alguém que você confia, não deixe de fazê-lo. Se essa pessoa for sua amiga mesmo, a conversa te fará muito bem.

Cada vez que consigo contar para alguém é um alívio. Estou mais tranquila e confiante para seguir em frente. Mas preciso destacar que tive sorte em todas as conversas. Ninguém me rejeitou ou me tratou mal. Todos aceitaram numa boa e me apoiaram. Isso também fez com que eu me aceitasse melhor.

Nem todos têm essa sorte, infelizmente. Mas não podem deixar de tentar passar por esse processo de aceitação. Apenas dessa forma teremos um mundo diferente e com menos preconceitos.

E vocês? Para quem já assumiram a bissexualidade ou homossexualidade? Qual foi a reação das pessoas?

Anúncios
comentários
  1. Sarinha disse:

    Puxa!é legal falar sobre isso,pois é realmente muito dificil assumimos a bissexualidade!Bjks

  2. Kellen Meira disse:

    Comecei assumindo as pouco ,eu tinha muito receio,mais ninguém me contrariou nem nada!Foi super tranquilo…mais to começando a achar que eu sou é lésbica mesmo

  3. Joana disse:

    Ate agora so contei que me apaixonei por uma mulher a 4 amigos. Demorei para contar mas depois contei naturalmente. São pessoas em quem confio muito, pessoas que têm mentalidade bem aberta. Foi super tranquilo, eles ja suspeitavam que eu ja sentia mais do que amizade pela pessoa em questão e conversamos muito. Para mim foi um alivio, é otimo poder desabafar sobre o que sinto, falar sobre a pessoa que gosto, sinto que posso ser eu totalmente.

  4. Joana disse:

    Acho que devemos contar quando nos sentimos preparadas e apenas a pessoas em quem confiemos totalmente.

  5. Fah disse:

    Ola!
    Eu estava em um relacionamento sério com o meu namorado a quase cinco anos, e tínhamos decido ir morar juntos em outra cidade, com nossas filhotas(temos duas meninas). Foi então que eu resolvi que já estava passando da hora dele saber sobre a minha bissexualidade, então contei, em uma conversa que não foi nada fácil pra mim. Até então só tinha aberto isso pra duas amigas. O resultado não foi nada bom, ele não conseguiu aceitar, disse que precisa de uma mulher de verdade, e que se ele continuasse comigo não ia ser saudável, ele teria ciúmes das minhas amigas e sempre ia achar que eu poderia acabar me apaixonando pela vizinha e terminando com ele. Tentei argumentar, disse que ele tinha que ver o mérito dele, que ele tinha conquistado a garota que poderia gostar de qualquer pessoa, que eu gosto dele e que o meu caráter é o mesmo de sempre e que como ele sabe eu não sou do tipo que trai, que não tinha mudado nada e que finalmente não existia nada, simplesmente nada sobre mim que ele não soubesse, mas nada do que eu disse fez ele mudar de idéia. Ele disse que por mais que eu seja bonita, inteligente e que ele goste de mim, ele precisa de uma mulher de verdade. Eu sei que errei em só abrir o jogo agora, achei que depois dele realmente me conhecer isso não teria importância, mas me enganei. Resultado ele magoado e sofrendo de um lado e eu do mesmo jeito aqui no meu canto. Chego a quase me arrepender de ter contado, mas acho que o erro foi não ter contato quando era só uma namorinho, como ele disse. Enfim não faz diferença eu ficar chorando sobre o leite derramado, a vida segue.

    • blogsoubi disse:

      Fah, infelizmente nem todas as pessoas têm maturidade para entender certas coisas. O engraçado é que quando você era heteressexual isso não oferecia nenhum perigo, sendo que é muito mais fácil ficar com homens. As pessoas às vezes acham que porque somos lésbicas, gays ou bissexuais vamos sair por aí beijando qualquer pessoa. Acho que se ele te ama de verdade pode voltar atrás, caso contrário, é o que você disse: a vida segue. As pessoas precisam gostar de quem realmente somos. Abs!

  6. Polly disse:

    Fah,entendo o que vc está sentindo,mas olha,se tem uma coisa que aprendi com a vida foi que infelizmente nem tudo podemos revelar principalmente para um homem,as vezes as pessoas parecem que vivem mais feliz quando não sabem da verdade,vc foi sincera e corajosa e não se culpe,não importa o período,essa é uma revelação que algumas pessoas jamais vão aceitar,acho até que se vc dissesse que o havia traído com um homem seria mais fácil de ele aceitar,esses homens são difíceis em se tratando de bissexualidade ou lesbianismo.Eu vivo uma situação parecida,só que bem pior,sou casada,tenho dois filhos e amo muito uma mulher,e ela tb me ama,descobrimos isso por acaso,nunca tínhamos nos relacionado com mulher,já até tentei separar sai de casa,mas acabei voltando pela minha família,mas não deixei de amá-la,pensei até em abrir o jogo,mas decidi que isso traria sérios problemas e sofrimento pra todos,por isso fico na minha,mas é muito difícil,mas infelizmente esse é o mundo em que vivemos,cheio de regras,conceitos,tabus e padrões que são difíceis de serem vencidos.
    bjs!!

  7. João disse:

    Vocês não tem preconceito com homens bi não , né ? HEHE . Bom , comigo está sendo um tabu assumir tudo ! Tenho 16 anos e estou certo e convicto que sou bissexual e ponto , não tenho dúvidas , não sou enrustido nem estou passando por uma fase . Sou bi e daí ? O problema é que até hoje só consegui me abrir para um amigo . Ele me apoiou totalmente e nunca me deixou na mão , mas aí vem os problemas ;
    Desde criança sentia atração por ambos os sexos até que aos 13 anos percebi que realmente era bi . Antes disso ficava tentando me encaixar em hétero ou gay , mas vi que não era um nem outro . Depois veio o passo de assumir pra mim mesmo e agora meu maior dilema . Estou ficando com uma menina , sem compromisso algum , mas minha mãe já me viu com ela várias vezes e fica insinuando coisas do tipo : até que enfim , virou homem e blá blá , mas , como só estou ficando com essa menina , dou umas escapadinhas com esse meu amigo com quem me abri , que no final acabou descobrindo e se assumindo gay , vê se pode . Mas o pior é o meu pai Diz que o homem foi feito pra mulher , que bi na verdade só quer orgia , e não é bem assim . Assim como heteros ficam com duas , três , ou mais , eu fico . Mas sem distinção de sexo e o fato é : como eu me assumo ?

  8. nando disse:

    Faz 3 semanas que assumi minha bissexualidade. Primeiro pra mim mesmo, depois contei pra minha mãe e pra minha irmã mais velha e alguns amigos mais chegados no facebook e MSN. Como somos todos cristãos “evangélicos” (detesto este termo, pra mim é pejorativo) a coisa não está sendo fácil. Minha irmã disse que eu fiquei louco com tanto conhecimento que eu tenho sobre muitas coisas. Minha mãe disse que nunca serei realizado porque estou quebrando os “princípios de Deus”. Bem, talvez elas preferissem um filho e um irmão morto do que vivo né? Porque era isso que eu ia fazer: pegar um elevador na Rio Branco e pular do 20º andar de um prédio, pois passei a vida toda reprimindo o desejo louco por sexo oral em homens e ao mesmo tempo sentindo total atração romântica, emocional e sexual por mulheres (com homens só gosto mesmo do falo, não tenho atração romântica por homens). Então, depois de quase 1 ano de psicoterapia eu decidi me encarar, me assumir, me entender e pra mim está sendo libertador e eu tenho vontade de contar pra todos os meus amigos no face, mas sei que de muitos, quer por serem cristãos, receberei críticas e julgamentos.

    Eu reconheço que Deus criou um padrão homem mulher, defendo isso e creio piamente nisso, mas ao mesmo tempo reconheço francamente que não me enquadro nesse padrão e preciso aprender a viver com isso da melhor forma possível, sabendo que Deus me ama independente da forma que eu sou, mesmo estando fora de Seu “padrão”.

    Agora estou conhecendo uma transexual. É uma mulher linda, com tudo que uma linda mulher tem e com aquele “algo mais” que me deixa louco desde que me entendo por gente. Eu ainda não tive uma experiência amorosa com uma trans e estou ansioso para experimentar. Eu creio que finalmente me realizarei sexualmente e emocionalmente, já imagino que o sexo será perfeito, sem falar nos carinhos e chamegos. Como eu disse, não tenho atração romântica por homens e uma transexual é uma mulher com pênis, e não um homem vestido de mulher. Homem vestido de mulher é o que vemos no carnaval.

    Estou mais feliz agora e sei que é só o começo pois ainda terei que assumir isso pro meu pai que é fanático com igreja e demais familiares que eu tb se que não aceitarão isso.

    mas, fazer o que né? Arrumar um bom emprego e viver minha vida, se preciso, longe deles. Nunca mais coloco minha felicidade na mão de ninguém!

    • blogsoubi disse:

      Nando, que depoimento incrível. Parabéns por conseguir se aceitar! Espero que continue firme na sua decisão. Depois nos conte como foi a reação das outras pessoas e o que achou da sua relação com uma transexual. Abraços!

    • Dany disse:

      Só um correção, Nando: travesti ainda mantém o pênis, as transssexuais operam! Mas se vc curte travesti, q tambem pode ser considerado um transgênero quando há intenção de intervenção cirúrgica, faça o q vc deseja e só seja feliz, cara!!

      • nando disse:

        Dani, pelo que entendi ao conversar com ela, esse termo travesti parece vulgar e pejorativo, uma vez que dá ideia de homem vestido de mulher, e não de uma mulher que nasceu homem. Ela é uma completa mulher, no comportamento, modo de pensar, e tudo, mas a cirurgia pra ela é uma mutilação e ela gosta do corpo como ele é. São as chamadas shemales, que são mulheres mas que não retiram o pênis.

  9. Maycon disse:

    Eu nao me assumi.. Tenho muito medo meu pai é dos antigos…. Muitos desconfiam mas eu nego !!! Vou me assumir quando eu for independente..

  10. leandra disse:

    A primeira pessoa q eu assumi foi uma amiga q eu confiava muito (e q tambem por quem eu tinha uma paixonite ) eu adoro a expressao sair do armario e realmente isso mesmo e quando eu me assumi vi que na verdade estava me escondendo atras da bissexualidade e com o tempo vi q era homo .vc tambem nao acha amanda q as vezes nos escondemos atras da bissexualidade? So para falarmos q tambem gostamos de homens ou passamos por essa fase ?
    Beijos adoro seu blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s