O medo da homossexualidade (ou bissexualidade)

Publicado: 10 de janeiro de 2012 em Bissexualidade feminina, Bissexualidade masculina, Mundo LGBT
Tags:, , , , , ,

Freud afirmava que as pessoas não deveriam se envergonhar da homossexualidade

Para muitas pessoas, a homossexualidade ou bissexualidade é modismo. Principalmente em um momento da história em que muitas celebridades resolveram assumir que o amor não tem sexo.

Mas quem estudou história sabe que nada tem a ver com modismo.  Freud, o pai da psicanálise, menciona inclusive que as pessoas não devem se envergonhar da homossexualidade (nem da bissexualidade, obviamente), pois de nenhuma forma ela poderia ser classificada como uma doença. Freud também cita que muitos indivíduos altamente respeitáveis foram homossexuais, dentre eles Platão e Leonardo da Vinci.

Mesmo sabendo de tudo isso, ainda temo em assumir minha bissexualidade para todas as pessoas. Nós temos medo de ser reprovados, quando na verdade, nós nem precisamos disso. Por que eu preciso ser aprovada por todas as pessoas que conheço? Por que as pessoas precisam julgar o que é melhor ou pior para a minha vida? Realmente, ninguém precisa de 100% de aprovação. Mesmo porque isso é impossível. De uma maneira ou de outra, nós sempre seremos reprovados por alguma coisa na vida. Sempre sofreremos algum tipo de preconceito.

Você pode acreditar que não, mas quem você é ou o que você fez ou faz, já foi alvo de preconceito. Se você é pobre, negro, judeu, ateu, religioso, tem um emprego nem tão rentável, ou é muito rico (sim, muita gente te julga só por saber que você é rico. “Esse daí deve ter ganhado dinheiro roubando alguém”), você já sofreu preconceito. Enfim, listar tudo seria inviável. Esses poucos exemplos são só mais uma forma de dizer: não deixe de ser você mesmo. Não viva frustrada(o) a vida inteira para tentar agradar aos outros. Só faça as coisas de uma forma que não prejudique ninguém. E, claro, seja feliz.

Feliz 2012 e desculpem a demora em escrever. Estava tocando alguns projetos paralelos.

Grande abraço!

blogsoubi@gmail.com

Anúncios
comentários
  1. Que bom que você está de volta !!

    Aguardamos um 2012 cheio de post, dicas e conselhos. Rs

    Beijos 😀

  2. Sinner disse:

    Como diria a mãe de um amigo meu. “Errado é roubar e matar, para todo o resto dá-se um jeito !”
    Tenho esse medo que você comentou no post. Penso nisso todos os dias, principalmente por ninguém ao meu redor saber da minha bissexualidade. Até que ponto as pessoas precisam saber ? Até que ponto minha intimidade deve ser exposta ? Devo sentir vergonha, ou do contrário, devo me sentir apenas “diferente” ?
    Discussão interessante e que já faz parte da minha vida !

    Abraço

    Sinner

  3. Vinicius disse:

    Freud foi mais além, ele disse que a bissexualidade é a sexualidade natural do humano. O recalque, sintoma neurótico, é que a torna repugnante.

  4. LIB disse:

    Acho que vocês não sabem o que é realmente o medo!
    Mas podem olha-lo se quizer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s