O primeiro encontro com uma lésbica

Publicado: 20 de julho de 2011 em Bissexualidade feminina, Mundo LGBT
Tags:, ,

The L World, uma da séries lésbicas mais famosas da TV e uma inspiração para muitas mulheres que não conseguem se assumir

Se você está querendo assumir a sua bissexualidade, um “bom” começo pode ser o bate-papo para lésbicas, conforme citei no último post. Depois de conversar com algumas meninas, percebi que seria difícil encontrar alguém interessante, mas não desisti. Foi quando comecei a conversar com uma garota dois anos mais nova que eu. O papo rendeu. E quando percebemos uma “sintonia” (a foto de cada uma também contou pontos), ela confessou: eu já namoro uma mulher.

“Mas o que você está fazendo aqui?”, perguntei. Ela disse que não imaginava encontrar alguém tão legal e pensou em entrar só para jogar conversa fora.  Só que eu estava namorando também (com um homem) e o bate-papo era uma forma de viver a fantasia de flertar com uma mulher sem “realmente” realizá-la. Aliás, muitas fazem isso. O índice de mulheres casadas (com homens) que entram em bate-papos para lésbicas é altíssimo – fiz essa avaliação depois de acessar os chats por alguns meses quase todos os dias.

Ficamos nesse impasse. Continuaríamos ou não a conversar? Decidimos pelo sim, desde que não fizéssemos nada que fosse contra a nossa “ideologia” de fidelidade (descontando o fato de que eu já tinha beijado uma amiga enquanto namorava e ele sabia).

Passamos a conversar diariamente e o papo parecia não acabar. Falávamos sobre trabalho, namoro, crenças, religião, passatempos, enfim. Foi o (nunca obsoleto) “parece que já nos conhecemos há muito tempo”.

Decidimos, então, nos encontrar. Só para nos conhecer, desde que nada acontecesse. O primeiro encontro foi um misto de comédia com timidez e nervosismo. Tentava encontrar as palavras e às vezes era difícil. Descobri o quanto uma mulher me fazia ficar nervosa, diferentemente dos homens – que já eram um campo conhecido, em que eu aparentemente me sentia segura e controlada. Nos despedimos sem trocar nenhum beijo. E quando eu voltava para casa, começamos a trocar torpedos, o que nos levou a crer que uma havia gostado da outra.

No dia seguinte nos encontramos novamente e nos beijamos…foi intenso e diferente. A boca parece mais macia, o beijo parece encaixar perfeitamente… e sentir a pele de uma mulher é algo único. Essa experiência me fez perceber que eu precisava terminar o meu namoro. Foi o que fiz três dias depois.

Contei para ele o ocorrido e descobri que ele havia feito o mesmo (com uma mulher), o que fez a situação ficar menos (ou mais?) traumática. Mas ela não fez o mesmo e continuamos a conversar na mesma intensidade. Eu me sentia mal e ela também. Afinal, nunca achei correto trair (e até hoje não acho).

Ela dizia chorar depois de algumas de nossas conversas e isso me deixava triste. Por que eu continuava com aquela situação? Eu sabia a resposta: era confortável. Eu não precisaria me prender a ela, pois ela já tinha um compromisso, e isso me daria chances de descobrir se tudo não passava apenas de uma aventura.

Nos encontramos pela segunda vez. E continuou bom.  E as conversas continuaram, até que um dia ela terminou o namoro. Ficou mal e evitou falar comigo por alguns dias. Foi pior. Tanto que a aconselhei a voltar com a menina, afinal ela parecia gostar mesmo dela. Foi o que ela fez alguns dias depois. E quando voltou e parecia feliz, me confessou que sempre fantasiava algumas cenas comigo. Foi quando eu decidi que aquilo precisava acabar e começamos a nos tratar apenas como amigas. Abri espaço para conhecer outras garotas e cavei meu segundo encontro, cuja história fica para o próximo post.

Abraços!

blogsoubi@gmail.com

comentários
  1. […] 2011Como saber se sou bissexual? julho 27, 2011Beijar uma mulher nem sempre é fácil julho 26, 2011O primeiro encontro com uma lésbica julho 20, 2011Como aceitar a bissexualidade? julho 18, 2011Meu namorado sabia julho 15, 2011Sou […]

  2. Sassá Freitas disse:

    Amo The L Word!!!! Mas gostar de mulher não deve ser fácil não. Falo por mim! Doida e descontrolada na TPM, amo a Bette Potter rs. Mas aturar outro ser doido nem pensar’!!!

  3. Cara Comum disse:

    Às vezes, é preciso quebrar a cara pra aprendermos coisas boas para nós mesmo… Abraços!!

  4. […] frequenta o blog há um tempo já sabe que quando decidi viver mais experiências com mulheres passei a entrar no bate-papo do UOL. Imaginei que fosse mais fácil encontrar uma mulher interessante, mas é realmente um desafio. […]

  5. Kdu disse:

    O segredo pra felicidade gay, lésbica, bi, seja lá oque for é ter personalidade, princípios, convicção, sei que é difícil, rola muita dúvida, mas quando você se entende e se aceita, junto a uma postura/conduta dígina, consequentemente te respeitam, acontece assim comigo.

  6. Bissexual Girl Tequila disse:

    Sou super encanada com salas de bate-papo. Fazia um tempão que não entrava. Quando ainda era bom, vc conseguia manter uma conversa legal. Podia até rolar algumas sacanagens, mas mantinha-se um certo nível. Hj em dia vc nem sabe com quem tá falando e a pessoa já quer te ver na cam e pede um monte de putaria… Digo isso tanto em conversas com homens quanto com mulheres. Uma pena, pois tenho tentado conversar com meninas lés e bi e não consigo nada além de convites de exposições na cam.

  7. claudia.cp disse:

    Bissexual Girl Tequila, eu concordo plenamente contigo!! Por x gosto de passar algum tempo a falar em chats, e o que reparo é que muita gente, pra nao dizer quase toda, no primeiro momento ja querem trocar msn ou n de tlm, fotos etc, acho isso uma estupidez… Muitas das x estou no meu canto e aprecio as conversas, e depois la aparece alguém com falinha mansa, e logo depois ataca logo com 2 pergunta: das me o teu e mail?? ….bahhhh eu gosto de puder ter uma conversa com pés e cabeca, ter aqueles momentos em que so me apetece chegar a casa o mais rapido e ligar o chat so pra ver se a tal pessoa se encontra la, etc…mas hoje em dia ja nao é assim… (bem ja tive o meu tempo de antena😀 beijo a todas) e parabéns pelo Blog🙂

  8. Estou a procura de uma namora quem estiver enteressada em mim é só me ligar meu numern é 0419981356621

  9. Angel disse:

    Ola meninas vcs q curtem masculina m mandem msg mulheres acima d 30 anos pra compromisso serio

  10. Angelina Lima disse:

    ola, sou lesbica e procuro mulher para relacionamento serio, Angelina Lima angelina_400@hotmail.com

  11. thamara disse:

    quero dar o primeiro passo p me liberar e assumir quem sou e o q sou nao to sabendo como

  12. thata disse:

    ja tive experiencias com algumas mulheres,mais por algo mais forte q eu desistia do que realmente me faz feliz …entao continuo aq querendo uma pessoa especial q me complete e que eu possa ser td q à faz feliz. o cheia de amor explodindo aq dentro p dar p ela??? mais quem é? sera q consiguirei achar alguem assim especial? tenho 35 anos sou loira tenho uma otima aparencia minha pele é branca meu corpo é compativel a minha altura méço 1,76 e peso é 72 . olhos castanhos claros sou feminina mais

  13. maria disse:

    tem como vc passar seu numero para mim quero muito te ligar meu anjo

  14. dara disse:

    tenho 35, loira, 1,70m, peso 67, sou bem feminina, sempre tive curidosidade de saber como é fazer amor com uma mulher

  15. itaybelly elizama disse:

    Olá, estou a procura de uma namorada, tenho 18anos 1,65de altura e 54quilos olhos castanhos, meu Telefone é (65)99235004meu Facebook é Itaybelly elizama Brito, meu mail é merlian73@mail.com.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s