Como aceitar a bissexualidade?

Publicado: 18 de julho de 2011 em Bissexualidade feminina, Bissexualidade masculina
Tags:, ,

A personagem Thirteen, que na série "House" interpreta uma bissexual

Quando aceitei a minha bissexualidade, precisava extravasar. Como contei no último post, para beijar uma mulher sem culpa, terminei um namoro de longos anos (com um homem).

Antes de entrar em uma sala de bate-papo, tentei ir com algumas amigas lésbicas a baladas GLS. Foi em vão. Eu não conseguia conversar com as meninas, nem abordá-las. Quando se é “heterossexual” a vida de solteira, digamos, é mais fácil. Você não precisa abordar os homens, eles vêm até você. Com as mulheres é diferente – isso se você é feminina e busca uma mulher feminina. É um jogo de olhares até aguardar o tão esperado primeiro oi.

Mas comigo não funcionava. Minha timidez barrava todo o jogo de olhares e eu desviava. Não conseguia permanecer por muito tempo naquele jogo. Era algo muito diferente, quase impossível. Com homens eu parecia dominar a situação, com as mulheres era outra coisa. Elas pareciam dominar o campo da sedução.

Desisti de ir a baladas e não encontrar ninguém interessante. Hoje, talvez, eu soubesse mais facilmente os melhores lugares para frequentar ou saberia (talvez) como fazer uma boa abordagem. Mas naquele momento era muito difícil fazer tudo aquilo. E todas as noites eu bebia para tentar vencer a timidez e saia do lugar morrendo de vontade de beijar uma mulher.

No começo, quando eu me dava por vencida, e percebia que naquela noite não iria beijar uma mulher interessante, aceitava ficar com um homem. Pode acreditar, muitos homens heteros frequentam baladas GLS e te abordam a todo momento. E muitos eram fofos, umas graças. Para um deles eu cheguei a falar que o meu objetivo naquela noite era uma mulher. Ele não se importou. Disse que me ajudaria a conseguir uma mulher e no final me “convenceu” de ficar com ele a noite inteira. Queria me levar para casa, minha amiga não deixou. E eu não fui. Ele me ligou por algumas vezes nas semanas seguintes, falou comigo por MSN. E eu fui sincera. Disse que naquele momento não daria certo sairmos de novo. E ele foi respeitoso, como um cavalheiro que qualquer homem deveria ser.

Para quem pensa que ser bissexual é uma escolha ou talvez uma fuga, sinto muito lhe dizer: não é uma escolha, nem uma frustração com a ala masculina. Pelo contrário, eu estava muito bem nesse aspecto e não tinha do que reclamar. Eu só precisava viver algo muito intenso com uma mulher.

Não importa a sua sexualidade, importa com quem você está e se essa pessoa te faz bem. Os bissexuais sofrem, de certa forma, mais preconceito do que os homossexuais. Sofrem dos heteros (porque eles não acreditam que é possível gostar dos dois sexos) e dos homossexuais (porque acham que os bissexuais têm medo de assumir completamente a homossexualidade).

Em alguns bate-papos você é, inclusive, rejeitada por algumas meninas. “Não gosto de bissexuais, porque elas podem te largar por um homem a qualquer momento e podemos ser uma mera aventura”, diziam elas. E eu respondia: “Mas uma lésbica convicta também pode te largar a qualquer momento”. Outras já achavam interessante, porque sabem que, geralmente, as bissexuais são mais femininas.

Bissexualidade existe e ponto. Sei que posso estar feliz (também sexualmente) tanto com um homem quanto com uma mulher. E se alguém não acredita nisso, a gente não se importa. Sobra mais.

Anúncios
comentários
  1. […] bissexualidade mulher Acompanhe o Blog Sou BiO primeiro encontro com uma lésbica julho 20, 2011Como aceitar a bissexualidade? julho 18, 2011Meu namorado sabia julho 15, 2011Sou mulher, e bissexual julho 15, […]

  2. marina disse:

    queria fala com vc e ouvir suas experiencias suas dicas e conpartilhar as minhas descobertas e outras coizitas mais quem sabe poderiamos ser amigas ? so to a dispoziçao de noite de manha nao entro por q to muito ocupada e de tarde estudo so sobra a noite ta ;D bjs

    • blogsoubi disse:

      Marina, claro!
      Vamos compartilhar experiências. Me conte, por que você ainda não investiu mesmo no relacionamento com a sua amiga? E qual é a sua idade?
      Um grande abraço!

      • Luciana disse:

        Essa última frase foi ótima “Sobra mais”, Amanda falando de um jeito rebelde -ela é tão séria-.

      • Dany disse:

        “Adescurpa a ignorança”, rsr mas eu n entendi o sobra mais …. :$

      • Dany disse:

        E que argumento mais nojento, ridiculo e imbecil “ah, vc vai me trocar por um homem,” coisa de lesbica insegura, competidora com homem pra veer quem cata mais mulher e ainda por cima vitimista!!! Dá nojo!! Elas tem é ki tomar jeito e vergonha na cara e entender q bissexual n tem culpa de ser quem são (apenas bissexuais q sentem atraidas por ambos o sexos), q nem todas são promiscuas ou “aventureiras”, n confundam feticheiras com bissexuais, q temos sentimentos e preferencias sim, mas q repseitamso quem estiver conosco… quem disse q elas n podem brincar com sentimentos de alguem, só pq são lesbicas? Bi n é menos dedicada as mulheres do ki elas, ledo engano, ilusão ridicula, nossa, isso me revolta, mano!

      • Luciana disse:

        Vc não entendeu o que a Amanda escreveu ou o q eu comentei?
        Eu tb não entendi direito com o que Amanda quis dizer ,acho que foi… *—-*?
        vixi eu nem sei, é mesmo responde aí Amanda, Sobra mais o q?
        Quer dizer que sobra mais mulheres pra vc?
        Eu apenas achei engraçado lembrou o que minha colega tinha dito uma vez numa situação ilária.

      • Luciana disse:

        Hilária* eskeci o H ¬¬’

      • Dany disse:

        Oi Lu, n entendi o q Amanda quis dizer

      • blogsoubi disse:

        Dany e Luciana, só quis dizer que temos mais possibilidades por nos atrairmos por ambos os sexos. Bjs!

  3. marina disse:

    quero fazer seu blog fika conhecedo vc merece

  4. […] uma mulher nem sempre é fácil julho 26, 2011O primeiro encontro com uma lésbica julho 20, 2011Como aceitar a bissexualidade? julho 18, 2011Meu namorado sabia julho 15, 2011Sou mulher, e bissexual julho 15, […]

  5. Cara Comum disse:

    Nossa! Achei muito bacana esse post! Esse duplo preconceito sobre os bissexuais é coisa que sinto tb! E o final do seu texto é tão bacana (eu escreveria algo parecido…)!!

    Abraços!

  6. Erica disse:

    Menina, você escreve tão bem e com tanta sinceridade. E você é nova também, mas sabe traduzir todo o sentimento que possuímos. Isso de sentir prazer com o homem e de não ter nada errado com eles é verdade. Eu sou casada e posso afirmar que nunca me faltou prazer na cama. Não há nada errado com ele. Nem comigo quando estou com ele. Mas não gostaria de trazer outra mulher para partilhar a nossa intimidade. Ao contrário, o meu desejo é partilhar a minha, com outra. Quando acontecer eu dou notícias! Beijos!

    • blogsoubi disse:

      Muito obrigada, Erica! Fico lisonjeada. O seu sentimento era o mesmo que o meu. Não queria partilhar essa experiência com um homem e acho que é a melhor coisa a se fazer. O que você pretende fazer? Quer contar?
      Beijos!!

  7. Jaqueline N. disse:

    Nuss.. Tdos os elogios acima juntamente ao meu é poko para seus post’s ..
    Estava procurando respostas para meus sentimentos q estavam me matandoo! Acabei chegando ao seu blog .Senti alivio ao ler seus post’s , e por isso me senti obrigada a compartilhar cm amgs o grande talento q vs tein girl! Tenho #certeza# q vai ajudá-los cmo me ajudou. Deveria escrever um livro , montar um roteiro p/ um filme .. Sei lá , d algum jeito deveria mostrar seu talento, além d ser através do blog. Mto mto obrigada!¡
    Bjss girl talentosa S2′

  8. Bissexual Girl Tequila disse:

    Também tenho muitos problemas com esse lance de olhares, fico tão tensa que só consigo encarar a pessoa, sem dar uma pista de que estou gostando. Meus alvos devem pensar que tem algo errado com eles… Acho que se eu fosse em uma balada GLS ia ser mais fácil chegar de uma vez do que jogar olhares e esperar algo…
    E concordo com vc quando diz que não é frustração com os homens, pois quando conheci minha ex vi que ela era tão perfeita que nem lembrei que os homens existiam e no quanto alguns me fizeram sofrer. Todo mundo tem decepções e ninguém muda a sua orientação sexual por isso.

  9. Olivia disse:

    Tenho 25 anos, sempre tive um desejo oculto por mulheres, mas nuunca tive coragem de assumir, inclusive tenho um relacionamento sério hétero, gostaria de conversar com algumas meninas, trocar experiencias para me esclarecer melhor sobre a bissexualidade, se é possível ser feliz dessa forma, em uma sociedade tão preconceituosa… meu email: olivianicoly@gmail.com

  10. Dany disse:

    By the way, Olivia Wilde é muito gata, tá linda nessa foto.

  11. moniqui disse:

    Boa noite…ai eu preciso de ajuda,pq eu nao sei o que sou,mas sinto atração por mulheres, ou melhor pela minha melhor amiga!!nao sei o que é,mas fico excitada so de pensar nela.Acontece que nao sei o que fazer pois nao posso falar isso para ela!!. E diante disso eu acho que sou Bi,mas nao sei como identificar…alguem pode me ajudar?Bjinhos
    Ah amei o blog!

  12. Aline disse:

    Gostei muito deste post e do blog também, e sobre conhecer mulheres no mundo virtual, alguém poderia me indicar um site, bate papo e afins? obviamente voltado à mulheres que gostem de mulheres… Agradeço…

  13. Amanda disse:

    Oi meninas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s